Carregando...

Em 30 dias de instalação, núcleo do Procon em Cruzeiro do Sul recebe 80 reclamações

Após instalação do Procon em Cruzeiro do Sul, órgão registra 80 reclamações em 30 dias

Após instalação do Procon em Cruzeiro do Sul, órgão registra 80 reclamações em 30 dias

Nos primeiros 30 dias de atendimento, a unidade doInstituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (Procon-AC), em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, já recebeu cerca de 80 reclamações de consumidores. Além de moradores dessa cidades, consumidores de Mâncio Lima e Rodrigues Alves, municípios vizinhos também buscaram atendimento.

A implantação do Procon-AC no município era uma reivindicação antiga dos consumidores desde 2009. Em 2019, a Justiça determinou a instalação do órgão de defesa do consumidor, mas a prefeitura da cidade recorreu na época. Somente em dezembro de 2020 é que passou a funcionar em Cruzeiro do Sul.

"Temos vários pedidos de pessoas que chegam no Procon. Pessoas que já vinham com dúvidas com o comércio e logísticas há dois anos, foram no Procon e conseguimos fazer essa conciliação. Está tendo uma boa e grande procura. Pedimos para que o pessoal que tiver qualquer denúncia ou se sentir lesado que procure o Procon, a OCA e tem o disque-denúncia que está sendo vinculado que é o 3322-1330", explicou o chefe do Procon de Cruzeiro do Sul, Gladson Mota.

Fiscais do Procon-AC orientam consumidores e empresários de Cruzeiro do Sul— Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Fiscais do Procon-AC orientam consumidores e empresários de Cruzeiro do Sul — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Entre os problemas identificados estão: a falta de preço nos produtos, ausência do Código de Defesa do Consumidor (CDC) nos estabelecimentos e a anúncios que podem ser caracterizados como propagandas enganosas. Além das denúncias recebidas, o Procon também faz o trabalho de fiscalização e orientação junto ao comércio.

"Estamos fazendo a fiscalização na [operação] Queima de Estoque. Os logísticas querem acabar os produtos, receber novos e acabam que, às vezes, ludibriando o consumidor. Pedimos muito cuidado para os consumidores quando virem essas propagandas. A questão do CDC, praticamente, nenhum logística tinha, é o que mais estamos batendo, que o CDC tem que está em cima do balcão", concluiu.

VÍDEOS: G1 em 1 Minuto-AC

39 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar