Carregando...

Protesto de carroceiros deixa trânsito lento no Centro de Maceió

Carroceiros fecham a ladeira dos Martírios, em Maceió, em protesto

Carroceiros fecham a ladeira dos Martírios, em Maceió, em protesto

Cerca de 50 carroceiros fecharam a Ladeira dos Martírios, no Centro de Maceió, nesta quarta-feira (9) em protesto a um abaixo assinado, que está circulando pela internet, para impedir a circulação de carroças nas ruas de Maceió.

O protesto começou às 10h e foi finalizado por volta das 11h30. O trânsito ficou lento na região e foi preciso equipes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) para organizar o fluxo de carros na região.

Carroceiros fizeram protesto em frente ao Palácio do Governo, no Centro de Maceió — Foto: Ana Clara Pontes/G1

Carroceiros fizeram protesto em frente ao Palácio do Governo, no Centro de Maceió — Foto: Ana Clara Pontes/G1

O abaixo assinado foi criado pelo delegado Leonam Pinheiro, que usou suas redes sociais na semana passada, para pedir assinaturas e apoio dos internautas. O delegado afirma que o tipo de transporte é uma violência contra os animais.

"Venho presenciando diversas torturas aos animais, mais especificamente aos cavalos, que são utilizados como transporte de carga pesada pelos carroceiros. Por isso, na tentativa de proteger os animais e lutar pela proibição de carroças, venho fazer esse apelo a vocês, a fim de que assinem o abaixo assinado e compartilhem com o máximo de pessoas", disse na postagem.

Com o protesto, os carroceiros quiseram mostrar que dependem do trabalho com as carroças para manter o sustento das famílias. Adailton Ferreira, trabalha há vários anos com carroças e garante que seria uma grande perda não poder trabalhar no Centro de Maceió.

"Eu tenho clientes já fixos aqui, atendo a algumas lojas, então se não puder trabalhar não sei o que fazer", lamentou.

Os carroceiros disseram ainda que os cavalos são a fonte de renda, e que por isso, cuidam bem deles. "Nós não podemos pagar pelo erro dos outros, de quem maltrata os animais, criei minha família com a carroça, tenho netos e assim que mantenho minha vida", disse Marcos André Souza.

Veja os vídeos mais recentes do G1 AL

200 vídeos

Veja mais notícias da região no G1 AL


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*