Carregando...

Chapa desiste de participar de eleição indireta para o Governo de Alagoas

Francisco Teixeira, candidato a governador tampão de Alagoas — Foto: Reprodução

Francisco Teixeira, candidato a governador tampão de Alagoas — Foto: Reprodução

Foi publicado no Diário Oficial do Poder Legislativo a homologação do pedido de renúncia da candidatura de Francisco Aureliano Rocha Vasconcelos Teixeira e Jeová Evaristo da Silva, aos cargos de governador e vice na eleição indireta marcada para acontecer às 13h deste domingo (15).

Ao todo oito chapas estavam inscritas para participar da eleição indireta. Francisco e Jeová compunham a chapa de número 4. Com a desistência deles, sete chapas seguem na disputa indireta.

Leia também:

  • Entenda por que a eleição indireta foi parar na Justiça
  • Alagoas é o único estado do Brasil que terá eleição antes de outubro

Natural de Maceió, Francisco Teixeira tem 38 anos de idade, é engenheiro civil e residente no município de Chã Preta. Já Jeová Evaristo da Silva, é nasceu na cidade de Branquinha, onde reside. Ele tem 61 anos e atua como instrutor de trânsito.

Confira as chapas inscritas para concorrer ao comando do Poder Executivo estadual:

  • Chapa 1 – Governador: Luciano Valdomiro Silva Fontes. Vice-governador: Rogers Tenório dos Santos.
  • Chapa 2 – Governador: Luiz Alberto Alves Teixeira. Vice-governador: Leonardo da Fonseca Dias.
  • Chapa 3 – Governador: Flávio Henrique Catão Nogueira. Vice-governador: Rocielle Almeida Pacheco.
  • Chapa 5– Governador: Wadeildo José Gomes Vasconcelos Bezerra. Vice-governador: Niedja Santos de Oliveira.
  • Chapa 6 – Governador: David Maia de Vasconcelos Lima. Vice-governador: José Siderlane Araújo de Mendonça.
  • Chapa 7 – Governador: Danubia Karlla da Silva Barbosa. Vice-governador: Arlan Montilares de Oliveira Silva.
  • Chapa 8 – Governador: Paulo Suruagy do Amaral Dantas. Vice-governador: José Wanderley Neto.

Nesta sexta-feira (13), a ação que julga a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 969 no Supremo Tribunal Federal começou a ser julgada em uma sessão virtual extraordinária pelos ministros.

No entendimento do relator, o ministro Gilmar Mendes, a eleição cumpriu todas a regras estipuladas e deve acontecer neste domingo. O voto dele foi acompanhado pelos ministros Edson Fachin, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewadowski. O julgamento foi interrompido após o pedido de vistas do ministro Nunes Marques, e ainda não há previsão da retomada do julgamento, mas segundo o gabinete do ministro Nunes Marques, o pedido de vista visa pacificar entendimento para casos futuros, não neste específico de Alagoas.

O embróglio jurídico sobre o assunto começou após a públicação do primeiro edital pela Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas, que convocou a eleição para o dia 2 de maio. O PP questionou o modelo de inscrição proposto pela Assembleia, com candidaturas individuais para os cargos de governador e de vice, e o modelo de votação, que no entendimento do partido deveria ocorrer com voto secreto. Um novo edital foi publicado, convocando eleições com chapa única e mantando a votação aberta para a escolha do governo tampão.

Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL

200 vídeos

Confira mais notícias da região em g1 AL


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*