Carregando...

Carro de motorista por aplicativo baleada em Maceió é recolhido para perícia

Carro usado por motorista de aplicativo foi recolhido para ser periciado — Foto: Polícia Científica

Carro usado por motorista de aplicativo foi recolhido para ser periciado — Foto: Polícia Científica

O carro utilizado pela motorista por aplicativo que foi baleada na cabeça na noite deste domingo (19), em Maceió, foi recolhido nesta segunda-feira (20) para ser periciado pelo Instituto de Criminalística da Polícia Científica de Alagoas. O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Roubos da Capital.

De acordo com a Polícia Científica, o exame pericial deve localizar, identificar e recolher vestígios que possam ter sido deixados no carro pelos criminosos. Esses vestígios podem ajudar na identificação da autoria do crime.

O carro, um Ford Ka, de cor prata e placas FVT-1A18, foi localizado durante a madrugada desta segunda-feira (20), após ser abandonado no bairro de Ponta Grossa.

Segundo o perito criminal, José Veras, o veículo foi recolhido para a sede do Instituo de Criminalística para garantir a preservação dos vestígios devido às intempéries, e também para garantir melhores condições de trabalho para identificar e coletar os vestígios no veículo.

“Com o carro exposto a condições climáticas, como chuva e até o sereno, poderia ser perder algum tipo de vestígio na parte externa veículo. Por isso, após a primeira análise no local onde ele foi encontrado, solicitei imediatamente o recolhimento dele a sede do IC, para garantir a preservação dos vestígios e também para realizar um exame mais detalhado na busca de microvestígios, como impressões digitais, sangue, cabelos, e outros tipos de material biológico que poderá apontar os suspeitos do crime” explicou Veras.

O delegado titular da Delegacia de Roubos, Leonardo Assunção, informou que já iniciou as investigações para apurar o crime contra a motorista de transporte por aplicativo e que a apuração ainda está em fase inicial, e que, por isso, não adiantará sobre seu andamento, afim de não atrapalhar as investigações.

A motorista por aplicativo, Alayne da Silva Oliveira, de 28 anos, foi encontrada com um tiro na nuca e uma fratura das mãos, em trecho da rodovia AL-105, que liga Maceió ao município de São Luís do Quitunde. Inicialmente, a vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do Benedito Bentes, e devido à gravidade do ferimento, ela foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE). Segundo o HGE o estado de saúde dela é considerado grave.

Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL

200 vídeos

Confira mais notícias da região em g1 AL


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*