Carregando...

Sobe para 51 o número de cidades de Alagoas em emergência por causa das chuvas

Rio transborda e inunda casas na cidade de Branquinha, em Alagoas — Foto: Erik Maia/g1

Rio transborda e inunda casas na cidade de Branquinha, em Alagoas — Foto: Erik Maia/g1

Subiu para 51 o número de cidades de Alagoas em situação de emergência por causa das chuvas. O número foi atualizado por meio de um decreto do Governo do Estado publicado em edição especial do Diário Oficial na noite de sábado (2). Rios transbordaram e inundaram ruas e casas, deixando diversas famílias desalojadas.

  • Compartilhe no WhatsApp
  • Compartilhe no Telegram

A Defesa Civil Estadual ainda não tem um balanço do número de famílias que tiveram que deixar suas moradias, mas informou que 29 municípios estão em sirtuação mais crítica, com acessos completamente alagados, rodovias comprometidas e serviços de água e energia comprometidos. Não foi registrada nenhuma morte.

O governador Paulo Dantas (MDB) afirmou que o Estado colocou três helicópteros e 10 botes à disposição para assistência aos municípios. “Vamos distribuir cestas básicas, água, colchões e produtos de higiene; e continuar pagando o Auxílio-Chuvas às famílias desabrigadas e desalojadas”.

No início de junho, um outro temporal já tinha castigado o estado, deixando 35 municípios em emergência. Com as chuvas que atingiram novamente o estado desde sexta-feira (1), outros 16 municípios também tiveram a situação de emergência reconhecida, fazendo o total subir para 51.

"Acreditamos que o volume de chuva superou o de 2010 [quando uma grande cheia atingiu o estado, deixando mortos]. Não houve maiores vítimas porque a população já estava avisada e conseguiu sair de suas casas", disse o governadorem entrevista coletiva na noite de sábado.

Chuvas atingem a cidade de Quebrangulo

Chuvas atingem a cidade de Quebrangulo

Serviços de água e energia comprometidos

A Equatorial Energia informou que, por medidas de segurança e a pedido das prefeituras, foi necessário desligar a rede elétrica no sábado (2) em decorrência de inundações em pelo menos 9 municípios: Atalaia, Quebrangulo, Paulo Jacinto, São José da Laje, Murici, Major Izidoro, União dos Palmares, Branquinha e Santana do Mundaú.

Os municípios de Japaratinga e Maragogi também estão com o fornecimento de energia afetado em algumas localidades, em decorrência das chuvas. A distribuidora explica que o atual cenário dificulta o acesso e a execução dos serviços de normalização de forma segura.

Já a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) informou que 19 municípios da Bacia Leiteira estão com abastecimento de água suspenso em virtude da qualidade da água nos pontos de captação do Rio São Francisco.

Segundo a companhia, as chuvas intensas dos últimos dias levaram grande quantidade de lama e sedimentos para o rio, deixando a água imprópria para tratamento e distribuição aos moradores. A empresa afirma que espera que o nível das águas diminua para inicar uma operação que deve normalizar o serviço.

Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL

200 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 AL


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar