Carregando...

Fiscalização segue flagrando descumprimento de decretos da pandemia em Macapá

Forças de segurança e de saúde cobram o cumprimento de medidas restritivas em Macapá

Forças de segurança e de saúde cobram o cumprimento de medidas restritivas em Macapá

As forças de segurança e de vigilância em saúde continuam com as fiscalizações noturnas em Macapá para cobrar o cumprimento das medidas restritivas dos decretos da pandemia de Covid-19 que estão em vigor, como por exemplo o que proibiu atividades de lazer e aglomeração nos espaços públicos, particulares e em casa.

Na noite de sexta-feira (4), vários estabelecimentos foram flagrados descumprindo as medidas.

Um dos locais fiscalizados foi fechado por descumprimento de decretos — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Um dos locais fiscalizados foi fechado por descumprimento de decretos — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

O trabalho foi intensificado na quarta-feira (2), para fiscalizar se as medidas estão sendo cumpridas, orientar e lembrar que a pandemia não acabou. Cerca de 100 agentes públicos, entre policiais militares, guardas civis de Macapá, fiscais de postura e funcionários do Ministério Público visitaram estabelecimentos das zonas Sul, Norte e Centro.

A atuação é educativa e também repreensiva. Durante a fiscalização, por exemplo, é constante a identificação de empresas descumprindo horários de funcionamento e pessoas sem uso de máscaras e consumindo bebidas alcoólicas em locais proibidos. Chega a ser assustador o desrespeito às normas por parte da população.

Um dos locais fiscalizados chegou a ser interditado porque havia pessoas do lado de fora com som alto e consumindo bebida alcoólica e o proprietário não recebeu as equipes.

Comboio de instituições durante a fiscalização em Macapá — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Comboio de instituições durante a fiscalização em Macapá — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá

ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP:

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*