Carregando...

Trabalhador da prefeitura morre baleado após reagir a roubo de celular em Macapá

 Luan Amaral Dias foi vítima de latrocínio em Macapá — Foto: Reprodução

Luan Amaral Dias foi vítima de latrocínio em Macapá — Foto: Reprodução

Luan Amaral Dias, de 34 anos, que trabalhava no serviço asfáltico, morreu após reagir a um assalto, no bairro Jardim Marco Zero, na Zona Sul de Macapá, nesta quinta-feira (8). Ele teve o celular levado, tentou desarmar criminoso e foi baleado duas vezes. Ninguém foi preso.

O 1º Batalhão da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, informou que a vítima e mais um colega de trabalho prestavam serviços para a Prefeitura de Macapá quando foram surpreendidos por um criminoso, que chegou de bicicleta, enquanto se preparavam para realizar serviço asfáltico na via.

Em um vídeo de câmera de segurança, que circula nas redes sociais é possível ver somente um criminoso abordando as vítimas já com a arma em punho. No boletim policial, foi descrito que ele estava acompanhado de um comparsa.

Conforme a gravação, os trabalhadores levantaram as mãos, para mostrar que não estavam armados. Um deles foi até a parte da frente do caminhão de serviço, pegou algum objeto, voltou e entregou ao criminoso.

Quando o bandido se preparava para fugir, Luan tentou agarrar o assaltante, mas caiu. Nesse momento ele foi atingido pelos disparos. O atirador fugiu na bicicleta, em rumo ignorado.

O trabalhador baleado recebeu ajuda de populares que o levaram até o Hospital de Emergência (HE) de Macapá, onde não resistiu e morreu. Até a última atualização desta reportagem, nenhum suspeito foi preso.

Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá

ASSISTA abaixo o que foi destaque no AP:

50 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*