Carregando...

Governo do AM libera comércio 24 horas e amplia capacidade de público em eventos

Postos de combustíveis podem funcionar por 24 horas no Amazonas. — Foto: Patrick Marques/G1

Postos de combustíveis podem funcionar por 24 horas no Amazonas. — Foto: Patrick Marques/G1

O governador Wilson Lima anunciou, nesta quarta-feira (22), atualizações no decreto de medidas relacionadas à Covid-19, que passam a valer a partir desta quinta-feira (23). As principais mudanças são para eventos sociais, supermercados e postos de combustíveis.

O Comitê Estadual de Enfrentamento decretou a permissão de eventos com ocupação de 75% do espaço, até o limite de 500 pessoas, e o funcionamento 24 horas de supermercados, postos de combustível e lojas de conveniência.

As medidas levaram em consideração a redução nos indicadores da Covid-19 no Amazonas. O estado segue na fase laranja, e desde o começo da pandemia, a doença já matou mais de 13,7 mil pessoas.

A quantidade de músicos em eventos está condicionada ao cumprimento de normas sanitárias, como distância de um metro e meio entre os integrantes do grupo, e também à comprovação de vacinação. Pistas de dança não estão autorizadas.

Em relação aos supermercados, a abertura está permitida por 24h, mas permanece o limite de 50% de capacidade e a manutenção dos protocolos de segurança: uso de máscaras, aferição de temperatura nas entradas e álcool em gel para os clientes.

Para os postos de combustível e lojas de conveniências, não está autorizado o consumo de produtos nos locais.

Indicadores da pandemia

Conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), os números relacionados a novos casos, hospitalizações e óbitos por Covid-19 no Amazonas seguem em ritmo de queda.

Ao realizar um comparativo do período de 1º e 20 de setembro dos anos de 2020 e 2021, a redução no número de casos da doença no Amazonas chega a 84%.

Em hospitalizações, a diminuição registrada foi de 93%, na comparação entre os dias 1º a 16 de setembro de 2020 e 2021. Em relação a óbitos por Covid-19 a queda foi de 80% na comparação do dia 1º ao dia 18 de setembro dos dois anos.

De acordo com o secretário de Saúde do Amazonas, Anoar Samad, os indicadores refletem diretamente o impacto positivo da vacinação no estado.

Veja vídeos mais assistidos do G1 Amazonas

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*