Carregando...

Aprovados em concurso público fazem protesto e cobram convocação da prefeitura no sul da Bahia

Concursados aprovados na área de educação protestam para iniciar trabalho em Porto Seguro

Concursados aprovados na área de educação protestam para iniciar trabalho em Porto Seguro

Cerca de 150 professores e auxiliares de classe aprovados em concurso público para a rede de educação em Porto Seguro, no sul da Bahia, reclamam que a prefeitura não convocou a categoria para iniciar as funções nas escolas da cidade.

Os novos profissionais tomaram posse no dia 14 de dezembro, mas, até então, não foram chamados para trabalhar. A preocupação dos professores ocorre porque, de acordo com o estatuto do magistério do município, os professores devem ser encaminhados às unidades até 30 dias depois de tomar posse do cargo. Caso isso não ocorra, o prazo pode expirar e resultar na perda da vaga.

“Segundo a lei que rege o sistema educacional, após 30 dias tomada posse é necessário o encaminhamento. A nossa preocupação é a expiração desse prazo e o prefeito não nos encaminha ao exercício, para que possamos atuar”, declarou o professor Renato Eduardo Costa.

Profissionais de outras cidades foram aprovados no certame e precisaram se mudar para Porto Seguro. Algumas pessoas de Eunápolis, Teixeira de Freitas, Ilhéus e outras cidades vizinhas – além de pessoas de Minas Gerais – se adaptaram à nova cidade e aguardam o encaminhamento da prefeitura.

Segundo a categoria, profissionais de outras secretarias aprovados no mesmo concurso já começaram a trabalhar, exceto os aprovados para a Secretaria da Educação. O sindicato que representa os professores disse que entrará na Justiça para garantir o direito dos aprovados no concurso.

De acordo com a prefeitura, os profissionais da Educação serão encaminhados somente quando o ano letivo começar. E que a decisão de dar exercício aos professores e auxiliares de classe nesse período foi embasada no estatuto do Magistério Público de Porto Seguro, que leva em consideração a suspensão das aulas por decreto estadual por causa da pandemia.

Professores cobram convocação e início dos trabalhos na Secretaria de Educação de Porto Seguro — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Professores cobram convocação e início dos trabalhos na Secretaria de Educação de Porto Seguro — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Veja mais notícias do estado em G1 Bahia.

Assista aos vídeos do BATV

13 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar