Carregando...

Pesquisa aponta que situação financeira e acúmulo de dívidas impacta a saúde mental dos baianos na pandemia

A farmacêutica Pfizer divulgou nesta quarta-feira (1º) uma pesquisa inédita que aponta que a situação financeira difícil e o acúmulo de dívidas têm impactado a saúde mental dos moradores de Salvador, durante a pandemia da Covid-19.

A pesquisa foi feita por entrevista com duas mil pessoas, nas regiões das cidades de Salvador, Belo Horizonte, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo. Desse total, 47% dos entrevistados foram do gênero masculino e 53% do gênero feminino.

A situação financeira difícil e o acúmulo de dívidas impacta 22% dos baianos entrevistados, sendo o maior destaque da entrevista. Outro ponto que preocupa é o medo de pegar Covid-19, relatado por 18% dos entrevistados. Confira:

"Na sua opinião, qual desses fatores abaixo mais impactou sua saúde mental durante a pandemia?"

FatorPercentual
Situação financeira difícil/acúmulo de dívidas22%
Medo de pegar Covid-1918%
Morte de alguém próximo12%
Menor convivência com familiares e amigos9%
Acúmulo de tarefas4%
Solidão3%
Medo de perder o emprego2%
Maior convivência com familiares2%
Trabalho em casa 1%
A pandemia não impactou minha saúde mental 25%
Fonte: Pfizer
deslize para ver o conteúdo

A pesquisa foi feita com pessoas a partir dos 18 anos, e apontou ainda que 29% dos moradores da região de Salvador tiveram algum amigo diagnosticado com qualquer tipo de problema relacionado à saúde mental em meio à pandemia.

Outros 17% têm alguém na família impactado, enquanto 10% têm colegas de trabalho sofrendo com problemas de saúde mental. Ainda 53% dos entrevistados relatou que não conhece ninguém diagnosticado com a saúde mental afetada.

Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.

Assista aos vídeos do G1 e TV Bahia 💻

33 vídeos

Ouça 'Eu Te Explico' 🎙


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*