Carregando...

Na Bienal do Livro, Raphael Montes fala sobre trabalho solitário do escritor e construção de personagens complexos

Escritor Raphael Montes participa da Bienal do Livro Bahia

Escritor Raphael Montes participa da Bienal do Livro Bahia

"Eu sempre gosto de encontrar os leitores, porque o trabalho da literatura é muito solitário", afirmou o escritor Raphael Montes ao falar explicar o motivo de amar encontrar os leitores. O autor participou da Bienal do Livro Bahia, em Salvador, na noite deste sábado (12).

"A gente tem a ideia [da obra] em casa, escreve, publica, e aí finalimente o livro chega a quem mais importa, a vocês leitores", complementou o autor.

Raphael Montes participou da mesa "Construindo Verônica", onde falou sobre a personagem do best-seller Bom Dia, Verônica, que teve mais de 100 mil exemplares vendidos desde a sua publicação em 2016. O livro foi adaptado para uma série de streaming e já tem duas temporadas.

A obra conta a rotina pacata da secretária de polícia Verônica Torres, que viu sua vida mudar após presenciar o suicídio de uma mulher que tentava registrar um Boletim de Ocorrência e, em seguida, receber a ligação anônima de outra mulher que pede ajuda para não ser vítima de feminicídio.

Raphael Montes, na Bienal do Livro Bahia — Foto: Natally Acioli/g1

Raphael Montes, na Bienal do Livro Bahia — Foto: Natally Acioli/g1

Em conversa com o g1 antes do bate-papo com leitores, o escritor carioca detalhou que o processo de escrever uma história é muito emocional, mas também racional. Ele também detalhou como foi criar sua personagem de maior sucesso: Verônica.

"Criar a Verônica e todos os outros personagens envolve uma certa empatia. Acho que o escritor tem que ser empático, se colocar no lugar do outro. Como escritor, eu vivo vários personagens, e entrar na cabeça, no coração e na alma, e tomar as decisões dessa personagem, que nem sempre são as melhores", afirmou.

"A literatura não tem uma função didática, ela tem sim uma função de provocar, de incomodar, então quando você me conta que estava lendo e ficou mexida, essa era a ideia", complementou.

Atriz Tainá Muller participa da Bienal do Livro Bahia

Atriz Tainá Muller participa da Bienal do Livro Bahia

A atriz Tainá Müller, que deu vida à Verônica na adaptação, também esteve presente no evento literário. Ela disse que interpretar a personagem não é fácil.

"É muita energia que coloco na Verônica. Estou tratando insônia que ela me deu dessa última temporada, na verdade eu já vinha com insônia, mas piorou um pouquinho, porque é um assunto que me toca, que toca todas as mulheres. Não é uma personagem fácil, não é uma história fácil de contar, mas é necessária", pontuou.

Bienal do Livro Bahia

A filósofa Djamila Ribeiro, o apresentador Manoel Soares e a atriz Tainá Müller participaram da programação deste sábado da Bienal do Livro Bahia, evento que começou na quinta-feira (10) e segue até a próxima terça-feira (15), no Centro de Convenções, em Salvador.

O evento retornou à capital baiana após ter sido adiado em 2020 por causa da pandemia da Covid-19. Idealizado pela GL Events, mesmo grupo que realiza a Bienal Internacional do Livro Rio, a programação foi repaginada e reúne as principais editoras do mercado, autores e formadores de opinião em uma programação cultural voltada para toda a família.

A grade é focada também no universo dos jovens e conta com a participação de nomes da cultura pop, para debater temas atuais e que conectam a geração de novos agentes de transformação. A organização espera receber cerca de 100 mil pessoas durante os seis dias.

Veja mais notícias do estado no g1 Bahia.

Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻

20 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar