Carregando...

Sesc Bauru recebe mostra fotográfica 'Gold – Mina de Ouro Serra Pelada' de Sebastião Salgado

Exposição 'Gold – Mina de Ouro Serra Pelada' de Sebastião Salgado chega ao Sesc Bauru — Foto: Sebastião Salgado

Exposição 'Gold – Mina de Ouro Serra Pelada' de Sebastião Salgado chega ao Sesc Bauru — Foto: Sebastião Salgado

A exposição ‘Gold - Mina de Ouro Serra Pelada' de Sebastião Salgado estará aberta para visitação no Sesc Bauru a partir desta quarta-feira (9). A mostra é presencial, mas o público será recebido apenas mediante a agendamento prévio, para evitar aglomerações devido ao risco de contaminação pela Covid-19.

Os interessados devem agendar as visitas no site da unidade. A mostra apresenta mais de 50 registros da década de 80, que fazem parte do projeto do famoso fotógrafo no maior garimpo a céu aberto do mundo, a Serra Pelada, na região da Amazônia Paraense, onde cerca de 80 mil homens trabalhavam em condições precárias.

Mostra de Sebastião Salgado apresenta mais de 50 registros da década de 80 no garimpo Serra Pelada— Foto: Sebastião Salgado

Mostra de Sebastião Salgado apresenta mais de 50 registros da década de 80 no garimpo Serra Pelada — Foto: Sebastião Salgado

Para a abertura da exposição, nesta quarta-feira, um bate-papo online vai acontecer às 19h30 no canal do Youtube do Sesc Bauru. Os convidados são o garimpeiro e agricultor Etevaldo da Cruz Arantes e o fotógrafo e antropólogo indígena Edgar Kanaykõ Xakriabá.

A mediação do encontro será feita pela geógrafa e educadora Flora Pidner e serão abordadas questões relacionadas ao garimpo, a sustentabilidade e a fotografia. Mais informações sobre a mostra também podem ser encontradas no portal do Sesc.

Garimpo Serra Pelada é o tema da mostra de Sebastião Salgado, que será exibida no Sesc Bauru — Foto: Sebastião Salgado

Garimpo Serra Pelada é o tema da mostra de Sebastião Salgado, que será exibida no Sesc Bauru — Foto: Sebastião Salgado

De acordo com o Sesc, as atividades presenciais vão seguir os protocolos de órgãos de saúde pública para evitar o contágio e disseminação da Covid-19. As visitas têm duração máxima de 60 minutos, a cada 1h15, e máximo de 10 pessoas. A medição de temperatura será realizada na entrada e o uso de máscara facial cobrindo nariz e boca é obrigatório.

Ainda segundo a unidade, a capacidade de atendimento das exposições foi reduzida para até 5 pessoas para cada 100 m², com uma distância mínima de 2 metros entre os visitantes, que está sinalizada em toda a exposição.

A mostra tem curadoria e design de Lélia Wanick Salgado, responsável pela editoria e organização de todo o trabalho de Sebastião Salgado, co-fundadora da agência Amazonas Images e do Instituto Terra. A estréia aconteceu no Sesc Avenida Paulista, passou pelo Sesc Guarulhos e Sesc Birigui e agora chega à cidade de Bauru.

VÍDEOS: assista às reportagens da região

200 vídeos

Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*