Carregando...

Bauru ultrapassa mil casos de dengue e números preocupam autoridades

Dengue supera casos do ano passado inteiro em Bauru — Foto: Reprodução/TV TEM

Dengue supera casos do ano passado inteiro em Bauru — Foto: Reprodução/TV TEM

A Prefeitura de Bauru (SP) confirmou nesta quinta-feira (12) que a cidade ultrapassou mil casos autóctones de dengue no ano. A triste marca foi alcançada após o Departamento de Saúde Coletiva confirmar 167 novos casos autóctones de dengue, registrados no período de 20 de fevereiro até a última quarta-feira (11).

Em 2022, a cidade registra 1.002 casos autóctones de dengue, além de quatro casos importados. 1.017 casos suspeitos permanecem em investigação. Apesar disso, nenhuma morte pela doença foi registrada.

Dengue avança no centro-oeste paulista e preocupa autoridades

Dengue avança no centro-oeste paulista e preocupa autoridades

A marca preocupa o poder público, sobretudo após a cidade, na última semana, ter registrado pela primeira vez casos de chikungunya desde 2019. A chikungunya é uma doença viral, que apresenta como vetor os mosquitos do gênero aedes, sendo o Aedes aegypti, o mesmo transmissor da dengue, nos ambientes urbanos.

Diante desse cenário, o município pede a colaboração da população para eliminar qualquer recipiente que possa acumular água, como latas, pneus, potes e garrafas, que devem ser levados aos ecopontos, e ainda verificar sempre os vasos de plantas, calhas, caixas d'água, ralos, limpeza de quintais, calçadas e terrenos limpos.

Desde o último mês de abril, a doença já havia superado o total de casos registrados no ano passado inteiro, o que provocou uma verdadeira corrida de pessoas com sintomas da doença às unidades de saúde da cidade. Em 2021, foram 403 casos da doença.

Ainda assim, os números ficam bem abaixo de 2019, quando a cidade viveu uma epidemia da dengue, com o registro de 26.250 casos e 42 mortes.

VÍDEOS: assista às reportagens da região

200 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*