Carregando...

Comissão Processante contra prefeita de Bauru recebe segunda sessão de depoimentos

Vereadores da CP decidem de novo manter investigação contra prefeita de Bauru sobre desapropriação de imóveis — Foto: Câmara de Bauru/Divulgação

Vereadores da CP decidem de novo manter investigação contra prefeita de Bauru sobre desapropriação de imóveis — Foto: Câmara de Bauru/Divulgação

A Comissão Processante (CP) aberta pela Câmara de Bauru (SP) para investigar supostas irregularidades da prefeitura na desapropriação de 16 imóveis no fim do ano passado para a Secretaria de Educação realiza nesta quinta-feira (4) o segundo dia de depoimentos.

Nesta quinta, a Câmara ouve a secretária de Educação, Maria do Carmo Kobayashi, o assessor de Infraestrutura e Gestão Tecnológica da Secretaria Municipal de Educação, André Gutierrez Boicenco, e o chefe de seção de frota da Secretaria de Educação, Marco Antônio Fernandes Camargo.

A sessão começou com as respostas da secretária de Educação para os questionamentos do advogado de defesa da prefeita Suéllen Rosim. No dia 28 de julho, a CP recebeu o primeiro depoimento do autor da denúncia, Elias Brandão.

‘CP’ da Educação’ ouve novos depoimentos na Câmara de Bauru

‘CP’ da Educação’ ouve novos depoimentos na Câmara de Bauru

Já nesta sexta-feira (5), a partir das 9h, o secretário municipal de Negócios Jurídicos, Gustavo Russignoli Bugalho, o diretor da Procuradoria Geral da Secretaria de Negócios Jurídicos, Marcelo Barros de Arruda Castro, e o secretário municipal de Economia e Finanças, Everton de Araujo Basílio prestam depoimentos (veja o cronograma completo abaixo).

A prefeita é investigada pela CP desde 20 de junho pelas supostas irregularidades na desapropriação dos imóveis. Suéllen foi notificada sobre a denúncia e abertura da CP no dia 24 de junho.

A CP tem como base a Comissão Especial de Inquérito que ficou conhecida como CEI da Educação, aberta no início de fevereiro, para investigar a desapropriação por quase R$ 35 milhões para utilização pela Educação.

A CP tem 90 dias para a conclusão dos trabalhos – o prazo começou a correr no dia 24 de junho, primeira vez em que a prefeita foi notificada sobre a abertura da comissão.

O relatório da CEI apontou supostos crimes de responsabilidades, falsidade ideológica e emprego irregular de verbas públicas que teriam sido cometidos durante processos de desapropriação. No plenário, esse relatório da CEI foi reprovado pelos vereadores por nove votos contra sete.

CP anula reunião que decidiu manter investigação sobre desapropriação de imóveis em Bauru — Foto: Reprodução/TV TEM

CP anula reunião que decidiu manter investigação sobre desapropriação de imóveis em Bauru — Foto: Reprodução/TV TEM

Cronograma de depoimentos

28 de julho, às 9h

  • Elias Brandão, autor da denúncia

4 de agosto, a partir das 9h

  • Maria do Carmo Kobayashi, secretária de Educação
  • André Gutierrez Boicenco, assessor de Infraestrutura e Gestão Tecnológica da Secretaria Municipal de Educação
  • Marco Antônio Fernandes Camargo, chefe de seção de frota da Secretaria de Educação

5 de agosto, a partir das 9h

  • Gustavo Russignoli Bugalho, secretário municipal de Negócios Jurídicos
  • Marcelo Barros de Arruda Castro, diretor da Procuradoria Geral da Secretaria de Negócios Jurídicos
  • Everton de Araujo Basílio, secretário municipal de Economia e Finanças

5 de agosto, a partir das 14h

  • José Wilson de Macedo Júnior, engenheiro da Secretaria Municipal de Obras
  • Pérola Mata Zanotto, arquiteta da Secretaria de Obras

10 de agosto, às 9h

  • Suéllen Rosim, prefeita municipal de Bauru (gestão 2021-2024), denunciada

VÍDEOS: assista às reportagens da região

200 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar