Carregando...

Covid-19: DF completará cobertura de 100% da D1 até dezembro - Notícias - R7 Brasília

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal quer vacinar 100% da população com pelo menos a primeira dose da vacina da Covid-19 até o fim de dezembro. De acordo com o subsecretário de Vigilância à Saúde da pasta, Divino Valero, até o momento, a capital tem 86,29% da população acima de 12 anos vacinada com a D1, e 54,94% com as duas doses ou a dose única da Jansen.

“Isso me deixa otimista e faz com que a gente acredite que até o fim do ano, [a população esteja vacinada] com certeza com a primeira dose, e boa parte, também, com a segunda dose. E o intervalo pequeno [entre os vacinados com a D1 e D2] será em função da temporalidade de aplicação das vacinas. Estaremos com a imunidade de rebanho”, afirmou o subsecretário em coletiva de imprensa.

Ao todo, desde janeiro, quando começou a imunizar a população, o DF já aplicou 3.695.068, sendo 2.225.023 de D1, 1.358.527 de D2, 58.014 da dose única da Jansen, e 46.768 doses de reforço para idosos e trabalhadores da saúde, além de 6.736 doses adicionais para imunossuprimidos. De acordo com o secretário de Saúde, o general do Exército Manoel Luiz Pafiadache, a procura aos postos de vacinação tem sido boa.

D2 e vacinação de adolescentes

A secretaria também espera receber novas doses de Pfizer para seguir com a vacinação de adolescentes entre 12 e 17 anos a partir de sexta-feira (15). O GDF não tem mais doses reservadas a este público estocadas na rede fria, mas ainda há vacinas nos postos de vacinação. Na segunda-feira (11), a capital recebeu 4.950 ampolas de Pfizer destinadas à segunda dose e outras 250 para a dose de reforço, destinada aos indígenas que estão na região.

De acordo com Valero, a demora do Ministério da Saúde na entrega de vacinas para adolescentes levou o governo a aplicar quase todas as doses disponíveis. “Agora de manhã, tivemos a confirmação que amanhã o ministério vai colocar em pauta as doses para adolescentes. Muito provavelmente receberemos essas doses ainda neste fim de semana e, no início da semana que vem, teremos condições de retomar a vacinação desse grupo e concluirmos o mais rápido o possível. Nos faltam exatamente 82 mil doses e o Ministério da Saúde se comprometeu a mandar essas doses a partir de amanhã, sexta-feira (15)”, explicou

O diretor de Vigilância Epidemiológica, Fabiano dos Anjos, pediu que quem tem mais de 30 anos e já tomou a D1 fique atento aos anúncios de antecipação da Secretaria de Saúde. “Fazemos o apelo para quem está apto a receber a segunda dose com antecipação, que procure o ponto de vacina. Só com as duas doses a pessoa é considerada imunizada. É a vacina que reduz o agravamento da doença e os óbitos”, destacou.

Trabalhadores da Saúde

Fabiano dos Anjos também ressaltou que os trabalhadores da Saúde vacinados em 15 de abril poderão receber a dose de reforço a partir desta sexta-feira (15). “A estimativa é que 6 mil profissionais estejam aptos. A vacinação ocorrerá nos hospitais públicos e UBSs. Quem for da rede privada receberá a dose de reforço nas unidades básicas de saúde disponibilizadas no site da secretaria”, lembrou.

Os profissionais que tiverem direito à dose de reforço deverão apresentar a caderneta de vacina ou informações do ConecteSUS, e um documento comprovando vínculo de trabalho com a Saúde. “Pode ser crachá, contracheque, carteira de trabalho, declaração do empregador ou carteira do conselho profissional”, detalhou Fabiano.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*