Carregando...

Pacheco tentará viabilizar sabatina de André Mendonça na CCJ - Notícias - R7 Brasília

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que vai conversar com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP), para que ele defina data para a sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu estou trabalhando por isso. Essa é minha intenção, que haja sabatina. Eu acredito muito que ela será realizada”, disse Pacheco, nesta quinta-feira (14), em entrevista coletiva. Para que, efetivamente, torne-se ministro, Mendonça precisa ser interrogado e aprovado pela comissão e, depois, pelo plenário da Casa. 

A indicação de Mendonça está paralisada na CCJ há três meses. A demora de Alcolumbre em pautar a sabatina gerou críticas de Bolsonaro e de senadores governistas, que cobram uma definição por parte do presidente do colegiado.

Nesta semana, o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), passou a recolher assinaturas entre os senadores que compõem a CCJ para apresentar um requerimento a Pacheco obrigando Alcolumbre a fazer a sabatina.

No entendimento de Pacheco, a atitude de Coelho é legítima, mas negou que isso seja um “fator de pressão” para que a CCJ interrogue Mendonça. “Eu recebo com muita tranquilidade. Isso não é um fator de pressão, mas é uma manifestação de vontade que precisa ser considerada pela presidência do Senado”, observou.

Por fim, Pacheco disse que acredita em “uma solução que seja uma solução de consenso, a partir de diálogo”. “Que nós possamos ter essa etapa vencida nas próximas semanas, com a sabatina na indicação do ministro do Supremo Tribunal Federal”, frisou.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*