Carregando...

'Superou todas as nossas expectativas', diz ministro sobre 5G - Notícias - R7 Brasília

O ministro das Comunicações, Fabio Faria, declarou, nesta sexta-feira (5), que o leilão do 5G “superou todas as expectativas” do governo federal. Ao todo, o valor arrecadado até agora é de R$ 46,79 bilhões, somando outorgas e compromissos de investimentos, segundo informado por ele.

“Superou todas as nossas expectativas. Chegamos agora ao valor de R$ 46,79 bilhões que já foram leiloados, grande parte será para investimentos”, disse Faria durante coletiva de imprensa na sede da Anatel, logo após o fim do leilão do 5G.

O ministro destacou que seis novas operadoras entraram no mercado. Disse ainda que o leilão do 5G foi o segundo maior do Brasil, atrás apenas do leilão do pré-sal. Faria também listou números de certames anteriores.

“O leilão do 3G foi R$ 7 bilhões. O 4G foi R$ 14 bilhões. A Telebras, R$ 22 bilhões. Todos somados não chegam ao leilão do 5G”, disse, em referência aos R$ 43 bilhões dos certames que mencionou, na comparação com a arrecadação total superior a R$ 46 bilhões do 5G.

Faria também declarou que há lotes já autorizados a serem leiloados pela Anatel e pelo Tribunal de Contas da União (TCU), mas cujos modelos de negócios “ainda não estão muito bem definidos”.

“Quem sabe no próximo ano teremos ainda alguns valores que serão arrecadados para fazer mais investimentos no nosso país, que tem um deserto digital enorme”, disse. Com esses outros valores, o governo estima superar a expectativa inicial de R$ 50 bilhões do leilão.

O ministro ainda falou que, “pela primeira vez”, o Brasil terá a “a garantia e a certeza” de que o valor arrecadado será convertido em “benfeitorias para a população”.

O leilão do 5G

A Claro e a Vivo (Telefônica Brasil) arremataram cinco dos dez lotes do tipo "G" durante o Leilão do 5G, na manhã desta sexta (5). Os blocos do tipo G são referentes à prestação do serviço no âmbito nacional em escolas da educação básica.

A Claro levou os dois primeiros lotes (G1 e G2) e a Vivo, os três seguintes (G3 a G5). Os blocos de G6 a G10 não receberam propostas e foram considerados desertos. O outro lote nacional leiloado, o I6, foi arrematado pela Tim.

Nesta sexta foram vendidos os lotes G, H, I e J. As empresas que vencerem a concorrência desses lotes deverão oferecer internet com qualidade e velocidade necessárias para o uso pedagógico das TICs (tecnologias da informação e comunicação) nas atividades educacionais regulamentadas pela Política de Inovação e Educação Conectada. Os blocos G e I são referentes à abrangência nacional; os lotes H e J são regionais.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*