Carregando...

Bombeiros encontram mochila em área de busca por indigenista e jornalista desaparecidos - Notícias - R7 Brasília

O Corpo de Bombeiros de Amazonas encontrou, neste domingo (12), uma mochila e sandálias em área de busca pelo indigenista Bruno Araújo e pelo jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde o dia 5 deste mês na região amazônica.

Araújo, que é servidor da Funai, e Phillips, colaborador do jornal The Guardian, foram vistos pela última vez no dia 5 deste mês no Vale do Javari, após partirem em uma lancha com destino à cidade de Atalaia do Norte (AM).

A região, no extremo oeste do Amazonas, fica próximo à fronteira com o Peru e abriga ao menos 14 grupos isolados – a maior população indígena não contatada no mundo. A área é pressionada por invasores ligados à pesca e à caça ilegal, ao garimpo e à extração de madeira.

Mais cedo, uma equipe buscas formada por indígenas da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) encontrou uma embarcação na região onde o jornalista e o indigenista desapareceram. De acordo com a entidade, foram identificados vestígios de que uma embarcação foi arrastada pela área de terra.

Ao encontrar o veículo aquático, os representantes da Univaja afirmaram que as autoridades que investigam o desaparecimento, que inclui a Polícia Federal, foram acionadas e isolaram a localidade. A investigação vai verificar de quem é a propriedade da embarcação.

"Em complemento informamos que, na tarde de 11 de junho, a Polícia Federal, em Manaus, que coordena as ações dos órgãos governamentais no estado, emitiu nota negando que foram encontrados os corpos dos desaparecidos, ao contrário que foi difundido nas redes sociais no dia de ontem", diz trecho da nota publicada pela entidade, neste domingo (12).


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*