Carregando...

Quatro bares são flagrados desviando energia elétrica no Distrito Federal - Notícias - R7 Brasília

Em mais uma fase da Operação Happy Hour, a Neoenergia identificou quatro estabelecimentos comerciais que furtavam energia no Distrito Federal. A fraude desviou energia que seria equivalente ao consumo de 5,8 mil residências. O custo das fraudes é de R$ 790 mil.

Com os chamados "gatos" de energia, o relógio medidor de consumo de eletricidade dos estabelecimentos comerciais na Asa Sul e em Águas Claras não registrava o volume de energia consumida. Com isso, o uso não era cobrado. Os débitos serão recolhidos após a abertura de processo administrativo.

De acordo com a Neoenergia, os endereços onde as fraudes ocorriam foram identificados a partir de análises do Centro de Inteligência da empresa, a partir de softwares associados a sensores que controlam o fluxo de energia elétrica na rede de distribuição. 

Esses dados subsidiam o trabalho das equipes que vão às ruas, que dispõem de informações mais precisas sobre a localização das irregularidades.

"As irregularidades foram retiradas, os estabelecimentos regularizados e as constatações serão enviadas à Polícia Civil para que os responsáveis respondam criminalmente". Segundo a Neoenergia, a fiscalização de fraudes em outros estabelecimentos vai continuar.

A empresa alerta que os gatos de energia podem prejudicar o fornecimento e danificar a rede elétrica. Além disso, a prática também é tipificada pelo Código Penal como furto, com pena de até oito anos de prisão. As denúncias podem ser registradas por telefone, pelo número 116.

Na semana passada, durante a primeira fase da operação, um bar na 202 Sul foi flagrado ao furtar energia elétrica suficiente para abastecer 1.400 casas durante um mês.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar