Carregando...

União Brasil decide lançar Reguffe ao Governo do Distrito Federal - Notícias - R7 Brasília

O União Brasil decidiu, nesta quinta-feira (4), a algumas horas de sua convenção partidária, que vai mesmo lançar o senador Reguffe a candidato ao Governo do Distrito Federal. Apesar de Reguffe estar em segundo lugar nas pesquisas para o cargo — atrás do atual governador, Ibaneis Rocha (MDB) —, o partido queria que o parlamentar disputasse uma das oito vagas a deputado federal e abandonasse a corrida ao Buriti.

Uma fonte revelou ao R7 que o partido chegou a oferecer um tempo maior de televisão caso Reguffe aceitasse ser candidato a deputado federal. A decisão a favor do parlamentar saiu de uma reunião feita nesta tarde no escritório do presidente do diretório local, Manoel Arruda, sem a participação de Reguffe.

No começo da reunião, segundo presentes, o clima no escritório de Manoel Arruda era tenso. O encontro, no entanto, terminou com aplausos. À imprensa, os membros do partido evitaram comentários sobre as desavenças entre o partido e o senador. Pré-candidata a deputada federal, Eliana Pedrosa disse que "sempre houve consenso no partido sobre a candidatura".

Em nota, Manoel disse que o partido "cumpriu com lealdade todos os compromissos firmados desde a filiação do senador José Antônio Reguffe".

"Ele se juntou a nós em março deste ano e sempre teve total apoio para ser candidato ao governo do DF. Dessa forma, o partido lança a candidatura oficial de Reguffe ao governo do Distrito Federal, hoje, na convenção partidária. Precisamos de um líder forte, corajoso, transparente e decidido. para que nós, do União Brasil e os brasilienses possamos confiar para cuidar do povo do Distrito Federal", afirmou.

Mais cedo, o senador ameçou não disputar as eleições caso não fosse candidato ao Governo do DF. O União Brasil teria feito um acordo com Ibaneis Rocha para abrir mão da candidatura de Reguffe ao Buriti. "Não sei se é verdade ou não", ponderou. "Meu partido não me quer candidato", acrescentou o senador em vídeo divulgado nas redes sociais no início da tarde.

"Serei candidato a governador ou a nada, e, pelo visto, a nada". No mais recente levantamento espontâneo do Real Time Big Data, Ibaneis somou 35% da preferência dos entrevistados e Reguffe apareceu com 21%.

"Não entendo por quê me trouxeram para o partido se era para, na última hora, não me deixar ser candidato", questionou. Reguffe deixou o Podemos e se filiou ao União Brasil em março deste ano para concorrer ao pleito. "Se tiver que sair da política, saio agora. Dou esse até breve de quatro anos".

Reguffe disse esperar que legenda confirme a candidatura dele. Caso contrário, anunciou que deixará a legenda. A convenção do União Brasil no DF está marcada para o início da noite desta quinta-feira (4).


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar