Carregando...

Um dos últimos recados da rainha Elizabeth 2ª foi ao Brasil; confira - Notícias - R7 Brasília

Um dos últimos recados públicos dados pela rainha Elizabeth 2ª, do Reino Unido, que morreu nesta quinta-feira (8) aos 96 anos, foi a mensagem ao povo brasileiro pelos 200 anos da Independência do Brasil, comemorados em diversas capitais do país na última quarta-feira (7).

A mensagem foi transmitida pela embaixadora interina da Grã-Bretanha em Brasília, Melanie Hopkins, em sua conta nas redes sociais. Na mensagem, a rainha recordou a viagem que fez para o Brasil em 1968 e disse para ambos os países continuarem a trabalhar com esperança e determinação para "superar" os desafios globais.

"Em meio à celebração da importante ocasião dos 200 anos de independência, gostaria de parabenizar Vossa Excelência e enviar minhas felicitações ao povo da República Federativa do Brasil, lembrando com carinho minha visita ao país, em 1968. Que continuemos trabalhando com esperança e determinação para superar os desafios globais juntos", afirmou a rainha Elizabeth.

Para a embaixadora interina da Grã-Bretanha em Brasília, o recado da rainha é um símbolo da importância do Brasil para o Reino Unido. "É com enorme alegria que compartilho uma bela mensagem enviada por Sua Majestade, a rainha Elizabeth 2ª, ao povo brasileiro, representado pelo presidente da República. É mais um símbolo da importância do Brasil para o Reino Unido, uma parceria de 200 anos", escreveu Melanie.

Elizabeth 2ª reinou durante 70 anos e quase quatro meses, um recorde na história britânica. O recorde anterior pertencia à sua tataravó, a rainha Victoria, que reinou durante 63 anos, sete meses e dois dias – de 20 de junho de 1837 até sua morte, em 22 de janeiro de 1901.

Até sua morte, foram sete décadas de reinado para uma monarca de 96 anos que deu diversas voltas ao mundo. A rainha Elizabeth realizou mais de 150 visitas a países da Commonwealth. O jornal britânico Daily Telegraph calculou que ela percorreu o equivalente a 42 voltas ao mundo antes de parar de viajar para o exterior, em 2015, aos 89 anos. Sua viagem mais longa durou 168 dias (de novembro de 1953 a maio de 1954), quando ela visitou 13 países.

Os membros da família real começaram se reunir em Balmoral, na Escócia, após o Palácio de Buckingham divulgar, nesta quinta-feira (8), um comunicado dizendo que a rainha Elizabeth 2ª está sob supervisão médica e que os médicos estão "preocupados" com a saúde da monarca de 96 anos.

O comunicado sobre a saúde foi publicado depois que a Elizabeth 2ª saiu de um de seus compromissos, na quarta-feira (7), com a recomendação médica de descansar. No dia anterior, a rainha nomeou a nova primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss. Com problemas de mobilidade, essa foi a primeira vez que o encontro com a pessoa escolhida para liderar o Parlamento não aconteceu em Londres.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*