Carregando...

Alta de serviços indica que país caminha para retomada, diz economista

O saldo positivo do volume de serviços prestados no Brasil em agosto, que avançou 0,5% na comparação com julho, indica que o país segue para uma retomada expressiva da economia, avalia Thaís Zara, economista sênior da LCA Consultores.

Nesta quinta-feira (14), o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou o resultado do mês para o setor — representante de cerca de 70% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil —, que ficou 4,6% acima do patamar pré-pandemia e alcançou o nível mais elevado desde novembro de 2015.

Em entrevista à CNN, a economista destaca que o setor de serviços, um dos mais afetados durante a pandemia, começou a se recuperar com o avanço da vacinação e a melhora do quadro sanitário no Brasil.

“Ainda temos serviços como alojamento e de alimentação para as famílias 20% abaixo do que a gente tinha em fevereiro do ano passado, mês usado como base por ser pré-pandemia. Mas já recuperamos um bom pedaço e estamos caminhando para uma volta expressiva”, diz Zara.

Outro indicador que reflete a recuperação econômica, segundo a especialista, são os dados das pesquisas de emprego.

“Conseguimos ver que a criação de empregos, principalmente dos informais, muito afetados pela pandemia, está começando a recuperar rapidamente. Essa deve ser a tendência até o final do ano e é um dos motivos pelos quais imaginamos que vamos conseguir crescer no ano que vem”, explica.

(*supervisionado por Elis Franco)


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*