Carregando...

Melhora da pandemia explica alta de 0,5% do setor de serviços, diz economista

Em entrevista à CNN Rádio, o pesquisador associado do FGV IBRE, Claudio Considera, afirmou que a alta de 0,5% do setor de serviços em agosto em comparação a julho “é um bom número”.

O índice foi divulgado nesta quinta-feira (14) pelo IBGE. O resultado do mês coloca o setor — que representa cerca de 70% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil –, no patamar mais elevado desde novembro de 2015 e 4,6% acima do patamar pré-pandemia.

O economista avaliou que a subida “corresponde ao fato de que a pandemia está sendo debelada.”

“O setor de serviços representa 73% da nossa economia e precisa da interação entre as pessoas, transportes, comércio, serviços prestados às famílias dependem disso, os setores que mais cresceram foram esses”, explicou.

O economista Claudio Considera citou ainda a evolução na aviação e mesmo transporte por ônibus, que “estavam sendo prejudicados” pela pandemia.

“Da mesma forma, shoppings, turismo, hotel, bares, restaurantes, todos funcionando estavam mal e agora, com a melhora, vão voltando a crescer”, completou.

*Com informações de Lígia Tuon, da CNN Brasil Business


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*