Carregando...

Com reforma tributária parada, Planalto foca em aprovar IR para programa social

O governo federal abriu mão de insistir na aprovação da reforma tributária como imaginou, unificando vários impostos. O foco no momento é em aprovar apenas uma parte, que diz respeito ao Imposto de Renda (IR), para conseguir recursos que abasteçam um novo programa social.

A reforma do IR foi aprovada na Câmara dos Deputados em setembro, com tributação de lucros e dividendos, e a ampliação da faixa de isenção à pessoas físicas. Desde então, a articulação política do Palácio do Planalto tem feito apelos ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para priorizar a votação da matéria.

O novo Bolsa Família, que será rebatizado de Auxílio Brasil, tem um forte apelo eleitoral para o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido). Apesar da pressa, o relator da reforma do IR, senador Angelo Coronel (PSD-BA), afirmou à CNN que o relatório será feito com tranquilidade.

Já o relator da reforma tributária, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), prevê que a votação do texto da PEC 110 na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aconteça ainda neste mês.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*