Carregando...

Conheça o destino dos recursos viabilizados pela PEC dos Precatórios

A PEC dos Precatórios deve abrir um espaço fiscal de R$ 93 bilhões para novas despesas em 2022. Apesar de a proposta ainda depender da aprovação no Senado, o dinheiro já está quase todo comprometido.

De acordo com a Instituição Fiscal Independente (IFI) e a analista de Economia da CNN Raquel Landim, do montante disponível, R$ 47,6 bilhões são por conta da mudança no teto de gastos e R$ 45,4 bilhões graças ao parcelamento dos precatórios.

Quanto ao destino dos recursos, apenas cerca da metade serviria para turbinar o Auxílio Brasil, programa social que substitui o Bolsa Família. Uma boa parte fica com despesas fixas, como saúde, educação e gastos de outros Poderes, que sobem com a mudança na regra do teto.

Apesar disso, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já fez diversas promessas, como a desoneração da folha de pagamento e o auxílio aos caminhoneiros. E o governo ainda não disse qual vai ser o reajuste dos servidores públicos.

Se for 5%, seriam R$ 15 bilhões. Dessa maneira, sobrariam R$ 9,5 bilhões para as emendas de relator, metade do que o Congresso Nacional conseguiu neste ano.

*Publicado por Ana Carolina Nunes


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*