Carregando...

Entenda como funciona proposta de medidas de estímulo ao crédito

Nesta quinta-feira (25), o governo federal lançou o Novo Marco de Garantias. O objetivo da medida é flexibilizar regras de funcionamento do mercado financeiro, principalmente em relação ao empréstimo de crédito.

A medida pretende resolver o problema de execução de garantias que ocorre no Brasil. Com o novo marco, os bens que os clientes oferecem aos bancos como garantia passará ao nome de uma Instituição Gestora de Garantia (IGG). Essa instituição oferecerá, então, uma carta ao banco para que o indivíduo possa tomar o crédito desejado.

Veja como funciona a proposta

Detalhes do Novo Marco de Garantias
Detalhes do Novo Marco de Garantias / CNN/Reprodução

Outra novidade é que a medida cria diretrizes para o uso do valor já pago de um imóvel como garantia em operações de financiamento. O mesmo imóvel pode ser utilizado como garantia em mais de um empréstimo, algo que não era possível até então, já que o consumidor deveria oferecer o item como garantia diretamente ao banco e apenas para uma operação específica.

Expectativa do governo

Nesta quinta-feira (25), o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, avaliou que a nova medida terá papel fundamental na recuperação econômica, atuando como “grande alavancador”.

Ele destacou ainda que a medida melhora o perfil da dívida pública, uma vez que permite maior número de operações com prazos mais longos e taxas mais baixas, quando comparado ao crédito sem garantia.

Veja itens que podem ser usados para a obtenção de crédito, segundo a proposta

Itens que podem ser utilizados para obtenção de crédito
Itens que podem ser utilizados para obtenção de crédito / CNN/Reprodução


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*