Carregando...

Ações da China fecham em baixa por preocupações com a Covid-19

As ações da China fecharam em baixa nesta sexta-feira (26) uma vez que os casos domésticos de Covid-19 e uma nova variante do coronavírus possivelmente resistente a vacinas pesaram sobre o sentimento do investidor.

As ações relacionadas a semicondutores e de energia lideraram as perdas.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,74%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,56%.

Na semana, o CSI300 perdeu 0,6%, mas o índice de Xangai teve ganho de 0,1%.

Uma série de casos locais de Covid-19 em algumas partes da China levou a cidade de Xangai a limitar as atividades turísticas e uma cidade próxima a cortar serviços de transporte público.

Isso derrubou as ações de turismo e as de consumo básico em 1,8% e 0,8%, respectivamente.

Já os subíndice imobiliário, de energia, e de semicondutores caíram entre 1,2% e 2,8%.

No mercado global, a descoberta de uma nova variante do coronavírus na África do Sul assustou os investidores, levando-os a descartar ativos arriscados.

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 2,53%, a 28.751 pontos.

Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 2,67%, a 24.080 pontos.

Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,56%, a 3.564 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,74%, a 4.860 pontos.

Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 1,47%, a 2.936 pontos.

Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 1,61%, a 17.369 pontos.

Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 1,72%, a 3.166 pontos.

Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 1,73%, a 7.279 pontos.

 


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*