Carregando...

Ministro do STF alerta sobre risco de judicialização de reajuste de policiais

Um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) teria demonstrado preocupação com o possível reajuste salarial somente para policiais, de acordo com o que apurou a CNN junto a um interlocutor do governo federal.

Segundo a fonte, o alerta aconteceu após consulta de um integrante do próprio governo.

O ministro do STF teria considerado que o eventual reajuste de salários em meio a uma crise não é conveniente e poderia gerar uma série de ações de categorias que podem não ser contempladas com o benefício, levando o STF a estender o aumento aos outros servidores.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) já foi informado sobre o alerta que veio da Suprema Corte, segundo a fonte.

Bolsonaro quer usar parte do orçamento para reajustar apenas salários de policiais. A promessa tem causado protestos de outras categorias que não serão beneficiadas, ou que sofreram cortes, como é o caso dos servidores da Receita Federal.

O impasse foi tema de uma reunião nesta quinta-feira (13), entre o ministro da economia Paulo Guedes e representantes do Sindifisco (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita).

Durante o encontro, o presidente do sindicato, Isac Falcão, entregou um ofício ao ministro da Economia com as reivindicações da Receita Federal.

O documento pede que o governo federal conceda os benefícios para “reverter os graves cortes de recursos na previsão orçamentária na LOA (Lei Orçamentária Anual) 2022”.

O presidente do Sindifisco considerou o encontro “decepcionante” e disse que a situação na Receita Federal está “longe de ser resolvida”.

De acordo com Falcão, o ministro Paulo Guedes entendeu as reivindicações como justas. Ainda segundo o presidente do Sindifisco, Guedes considerou que “não era o momento de atendê-las”


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*