Carregando...

"Renúncia visa facilitar transição na Petrobras", diz Mourão à CNN

O vice-presidente Hamilton Mourão disse à CNN Brasil que a renúncia de José Mauro Coelho do comando da Petrobras tem como objetivo facilitar e agilizar o processo de transição na empresa estatal.

“Eu julgo que a renúncia do presidente visa facilitar o processo de transição, pois o Caio Paes de Andrade já foi indicado para a função”, disse.

A manifestação do militar é a primeira de um integrante do governo após o anúncio de José Mauro Coelho, no final da manhã desta segunda-feira (20).

A decisão ocorreu três dias após um novo reajuste no preço dos combustíveis e em meio à pressão do governo federal pela saída, o que envolvia inclusive a criação de uma CPI da Petrobras.

Coelho foi demitido há um mês, e o processo de checagem do candidato indicado a ser seu substituto, Caio Paes de Andrade, já foi iniciado.

A empresa estatal anunciou que, enquanto não for confirmado o nome de Caio Paes de Andrade, ficará à frente da empresa, de forma interina, o diretor Fernando Borges, funcionário de carreira da Petrobras.

Apesar de ter sido breve o período de José Mauro Coelho, ele não foi o presidente que ficou menos tempo à frente da Petrobras. O recordista foi o Osvino Ferreira Alves, nomeado pelo ex-presidente João Goulart e que deixou a empresa após o golpe militar de 1964.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*