Carregando...

LSD pode reativar cognição, segundo estudo

Cientistas brasileiros destacaram um potencial do LSD em reativar a cognição. As descobertas foram publicadas na Experimental Neurology. Para conduzir a análise, os pesquisadores contaram com um modelo computacional e investigaram dados bioquímicos.

Foto: imustbedead/Pexels / Canaltech
  • Pesquisadores dão LSD a peixes para entender benefícios da substância
  • LSD e cogumelos poderiam reduzir risco de diabetes e cardiopatias, sugere estudo

Já faz um bom tempo que a ciência se concentra nos efeitos do LSD para o cérebro, e a ideia dos pesquisadores da UFRN, UFRJ e Unicamp foi testar a relação da droga com humanos e ratos, para perceber a diferença. Eles submeteram 25 voluntários a duas sessões experimentais, uma com dose de 50 mcg de LSD e outra com placebo, para comparar seu desempenho em diferentes tarefas cognitivas.

  • Rotação da Terra está cada vez mais rápida, e isso preocupa cientistas
  • Autoridades chilenas investigam buraco misterioso; assista
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

O estudo também se atentou a 76 ratos tratados com LSD, sob a premissa de verificar a permanência da memória de objetos conhecidos e a motivação para investigar novidades. A equipe ainda investigou o efeito bioquímico do LSD em minicérebros (organoides cerebrais cultivados a partir de células-tronco).

Os cientistas submergiram esses cérebros no LSD por 24 horas até que fossem dissolvidos, e então compararam suas proteínas com os minicérebros que não tiveram contato com a substância. Um total de 3.448 proteínas foram identificadas nos dois grupos, das quais 234 (6,8%) com expressão significativamente alterada pela droga.

LSD pode reativar cognição, segundo estudo (Imagem: twenty20photos/envato)
LSD pode reativar cognição, segundo estudo (Imagem: twenty20photos/envato)
Foto: Canaltech

Os autores do estudo concluíram que a administração prévia de LSD aumenta a plasticidade neural nos organoides de neurônios humanos, aumenta a preferência por novos objetos em ratos e melhora a memória visuo-espacial em humanos.

O grupo agregou modelos computacionais que simularam o efeito da substância em redes neurais e mostraram que a plasticidade neural induzida pelo LSD explica satisfatoriamente os ganhos cognitivos em ratos e humanos. Agora a ideia é explorar a interação entre LSD e ratos idosos, a fim de verificar se acombinação traz resultados cognitivos tão positivos quanto os observados em animais adultos e jovens.

Fonte: Experimental Neurology via Folha de S. Paulo

Trending no Canaltech:

  • Atlético-MG X Palmeiras | Onde assistir ao jogo pela Libertadores ao vivo?
  • Site gratuito restaura fotos de maneira impressionante usando IA
  • Substituto do Onix? Chevrolet prepara lançamento de novo carro compacto
  • Startups participam de maior competição do Brasil e podem ir para fora do país
  • SUV abaixo do Renegade, "Baby Jeep" será revelado ainda neste ano

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar