Carregando...

Campinas prevê retorno das aulas presenciais para 8 de fevereiro e prepara cronograma da rede

A Secretaria de Educação de Campinas (SP) prepara um cronograma para retorno das aulas presenciais na rede municipal em 8 de fevereiro. A data ainda é uma previsão, mas a pasta pretende fechar o planejamento até o início da próxima semana.

A proposta é definir a retomada para as escolas municipais de educação infantil -- que inclui creches -- e fundamental. Ao todo, a rede municipal possui cerca de 70 mil alunos, número aproximado por conta da fase de matrículas e que inclui o Ensino para Jovens e Adultos (EJA), para os quais ainda não há definição da retomada presencial.

As redes estadual e particular de ensino já foram autorizadas, desde outubro de 2020, a retomar as atividades presenciais com limite de 35% da capacidade das escolas e medidas de restrição por conta da pandemia.

A autorização facultativa foi publicada no mesmo decreto que definiu que a rede municipal não retornaria às aulas in loco em 2020.

Secretaria de Educação prepara cronograma para retomada das aulas presenciais em 8 de fevereiro — Foto: Arthur Menicucci/G1

Secretaria de Educação prepara cronograma para retomada das aulas presenciais em 8 de fevereiro — Foto: Arthur Menicucci/G1

  • MP questiona sobre preparo de rede municipal para volta de aulas presenciais

Rede estadual

Já na rede estadual, a previsão da Secretaria Estadual de Educação é retomar as atividades no dia 1º de fevereiro. Neste ano, as unidades já estão recebendo alunos presencialmente desde segunda-feira (4). São estudantes que não entregaram todas as atividades online em 2020 e precisam passar por recuperação.

No dia 18 de dezembro, o governo de São Paulo mudou o entendimento em relação ao retorno às aulas presenciais e incluiu a Rede Básica de Ensino como serviço essencial. Ou seja, mesmo em caso de regressão à fase mais restritiva do Plano São Paulo, a retomada das atividades permanecerá autorizada.

No entanto, o estado definiu que as cidades terão autonomia para definir se aderem ao retorno às aulas presenciais ou não. Segundo a secretaria, nas cidades onde a prefeitura entender que o ano letivo deve começar virtual, nem as escolas estaduais reabrirão.

Em visita a Campinas na segunda (4), o secretário de Educação Rossieli Soares defendeu que o retorno das aulas presenciais no estado seja obrigatório, exceto em caso de alunos e profissionais que tenham atestado para provar que pertencem a algum grupo de risco para a Covid-19. No entanto, disse que e a definição sobre a obrigatoriedade cabe ao conselho, que vai se reunir para discutir o assunto no dia 13 de janeiro.

CORONAVÍRUS

  • VÍDEOS: Coronavírus: perguntas e respostas

  • VACINA: testes estão em andamento pelo mundo; SIGA as novidades

  • Manual das máscaras: como fazer, como usar e a importância do uso

  • Como se prevenir do coronavírus?

  • Saiba quais os sintomas do coronavírus e quando procurar um médico

  • Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus

Veja mais notícias da região no G1 Campinas


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar