Carregando...

'Adianta ter Porsche e escutar música de mano?', diz secretária de Cultura de Campinas em vídeo em rede social

“Adianta ter porsche e escutar música de mano”, diz secretária de Cultura de Campinas

“Adianta ter porsche e escutar música de mano”, diz secretária de Cultura de Campinas

Em um vídeo publicado no perfil pessoal, a secretária de Cultura e Turismo de Campinas (SP), Alexandra Caprioli, aparece questionando o filho se "adianta ter Porsche e escutar música de 'mano'. Ao g1, Caprioli afirma que lamenta e se desculpa pelo teor da "brincadeira".

O vídeo estava no story do perfil de Alexandra na Instagram na quinta-feira (4). Segundo a secretária, o filho dirigia o carro de um amigo do filho, para "experimentar".

Foi nesse contexto que ela, no banco de trás do veículo, fez o comentário. Ao fundo, é possível ouvir que o som do carro tocava um rap internacional.

Ainda durante a noite de quarta, após o caso repercutir, Caprioli postou novos stories para se desculpar sobre a situação (veja no vídeo acima).

Alexandra Caprioli, secretária de Cultura de Campinas, publica vídeo após caso repercutir — Foto: Reprodução/Instagram

Alexandra Caprioli, secretária de Cultura de Campinas, publica vídeo após caso repercutir — Foto: Reprodução/Instagram

Críticas publicadas em redes sociais lembram que Campinas celebra, em novembro, o mês da Consciência Negra e que o rap é um dos estilos musicais difundidos no país e gerador de transformação social.

"É um vídeo no meu Instagram pessoal. É uma brincadeira com meu filho. Eu entendo e por isso que eu estou me dando a oportunidade de falar. Eu não teria nem a condição de dormir ontem se eu não respondesse para mim mesma, em uma reflexão comigo mesma", disse ao g1, nesta quinta.

"A fala a gente tem que vigiar. Eu estou muito tranquila que tenho bastante consciência de que, quando a gente tem uma posição de responsabilidade, recai sim sobre a gente uma responsabilidade que é de fazer, que é o que eu tenho... porque eu tenho certeza que ninguém tem como criticar a competência com que eu toco a secretaria, então as pessoas se apegam nas falas", completou Caprioli.

"Quem convive comigo sabe a postura que eu tenho com todas as pessoas, com a diversidade, somos extremamente respeitosos. Eu acho que existe, hoje em dia, lógico, uma preocupação que a gente acabe deixando de lado palavras que a gente incorporou na brincadeira do dia a dia e que ofendem as pessoas. E se ofende, eu não quero ser, de forma nenhuma, agente de uma ofensa".

'Lamento pela decepção comigo', diz secretária, em texto

Após falar ao telefone com o g1, a secretária também enviou uma nota escrita por ela sobre o caso. Nela, afirma lamentar o caso e espera "que o tempo mostre que isso não reflete o que sou nem o que acredito e faço na minha verdade". Leia abaixo, na íntegra.

"As palavras tem poder para construir e também para desagregar. Ouvi todas suas palavras que tem sido ditas e nunca poderia ficar sem sofrer por algo que fiz mesmo que num ambiente de família e numa brincadeira com meu filho sem tivesse feito com nenhuma conotação que quisesse desmerecer qualquer cultura ou música ou ser humano

Meu filho realmente ama e eu também gosto, por isso brincamos. Mas humildemente refleti sobre meu erro e sobre que sempre o lugar que somos ou ocupamos nos trazem responsabilidades grandes de ações e falas.

Lamento demais tudo e só espero que o tempo mostre que isso não reflete o que sou nem o que acredito e faço na minha verdade. Se o que falo fere não reflete o que sou. Se o que falo causa dor em outro ser humano não reflete o que sou.

Mas o senhor é dono de tudo que vem a frente e acredito que o que está no meu coração e até meus aprendizados são quem sou. Imperfeita mas querendo estar melhor a cada dia. Lamento pela decepção comigo.

Não me preocupo em si para a ligação como ser secretária isso é uma posição que ocupo e não quem sou mas cabe a mim na função ser diversa e dedicada, e tenho me esforçado para fazer tudo com competência.

Porém o que espero é ser um ser humano melhor que tenha capacidade de aprender com os erros mesmo os que não são intencionais. Eu fui criada dando valor a ética, ao respeito a amorosidade a cada pessoa…

Enfim peço desculpas pelo que foi dito e que o tempo revele o que existe de verdade na minha relação com as pessoas e acima de tudo quem realmente sou".

VÍDEOS: destaques da região de Campinas

200 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 Campinas


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*