Carregando...

Grupo 'Menos é Mais' vira fenômeno da internet e faz pagode de Brasília 'invadir' territórios

Grupo de pagode Menos é Mais — Foto: Reprodução/Instagram/grupomenosemais

Grupo de pagode Menos é Mais — Foto: Reprodução/Instagram/grupomenosemais

Com pouco mais de cinco anos de carreira, o grupo de pagode "Menos é Mais" ostenta números que chamam a atenção na internet. Ao todo, os vídeos do grupo já somam mais de 1,5 bilhão de visualizações no YouTube, pondo-se em pé de igualdade com muitos nomes do sertanejo, estilo que há alguns anos domina as paradas e a atenção do público quando o assunto é música popular no Brasil.

E aos poucos o quinteto vai “invadindo” territórios e festas dominados pela bota e o chapéu também fora do mundo virtual, como o Jaguariúna Rodeo Festival, onde divide o palco no dia 23 de setembro com Henrique e Juliano, Ícaro e Gilmar e DJ Alok.

VEJA TAMBÉM

  • + ENTREVISTA: Gustavo Mioto mantém rotina intensa para festejar 10 anos com 10 projetos e relembra início: 'Achavam que só estava ali pelo meu pai'
  • ESPECIAL: Confira a página do Rodeio de Jaguariúna

Estranhos no ninho? Nada disso, afinal eles estão acostumados a trilhar caminhos tortuosos ou, ao menos, não tão óbvios. Para começar, o grupo é de Brasília, onde o samba e o pagode esteve até então restrito a circuitos alternativos.

“Realmente Brasília nunca teve grupos de pagode fazendo sucesso nacional. No entanto, o Distrito Federal tem o Clube do Choro, Escola de Música e várias ótimas formações de samba como o Coisa Nossa, Amor Maior, Adora a Roda. Procuramos mostrar ao Brasil em nossos shows esses nomes”, conta Gustavo Góes, percussionista do Menos é Mais.

Além dele, completam o quinteto os amigos Duzão (vocal) e os também percussionistas Jorge Farias, Paulinho Felix e Ramon Alvarenga.

Por essa formação, dá para deduzir que ritmo é o que dita a música dos brasilienses, que têm entre os destaques do repertório músicas como “Melhor Eu Ir”, Ligandos os Fatos”, “Sonhos de Amor” e “Deixa eu Te Querer”.

Em um vídeo que reúne trechos de todas essas canções, nomeado de “Churrasquinho do Menos é Mais”, eles chegaram a atingir 662 milhões de visualizações no YouTube. Assista abaixo:

Início e pandemia

Mas até nesse sucesso, o quinteto chegou por caminhos não convencionais. Formado em 2016, o canal dos pagodeiros foi inaugurado em 2018. Quando o projeto estava embalando, veio a pandemia, que obrigou as rodas de samba a tomarem distância do público. Por incrível que pareça, teve início aí a arrancada do sucesso e a explosão de visualizações dos vídeos.

“Foi um sentimento estranho. Porque é difícil medir sucesso dessa forma. O que significa ter 1 milhão de acessos num vídeo? Isso é sinal de sucesso? Quanto de sucesso?”, questiona Góes, confessando uma certa angústia dos integrantes, que viam sua grande oportunidade de carreira só ser sentida através de algoritmos.

Isso dá uma ideia do que foi o retorno aos palcos quase dois anos depois, já num novo patamar de reconhecimento.

“Vinha gente falar com a gente, dizer que estava com depressão na pandemia e se alegrou com nossa música, nossos vídeos”, afirma o percussionista.

Grupo Menos é Mais grava 1º álbum de músicas autorais — Foto: Divulgação/André Kazuo

Grupo Menos é Mais grava 1º álbum de músicas autorais — Foto: Divulgação/André Kazuo

Pagode nos rodeios

E é neste clima de euforia que Menos é Mais chega a Jaguariúna. Góes destaca que o grupo já fez duas festas de rodeio na carreira, no entanto, o evento no interior de São Paulo deve marcar o maior público da carreira dos pagodeiros.

“Estamos animados e preparando algumas novidades, como um medley de hits sertanejos vertidos ao pagode”, adianta.

Ele também se alegra com o fato de poder mostrar seu trabalho em um lugar que, no passado, pouco dava atenção ao estilo que seu grupo toca.

“Essa absorção de estilos é um caminho da indústria da música atual, não há mais espaço para segmentos isolados. Todo mundo se interessa por tudo”, finaliza.

Grupo de pagode Menos É Mais durante show em Manaus — Foto: Reprodução/Instagram/MenoséMais

Grupo de pagode Menos É Mais durante show em Manaus — Foto: Reprodução/Instagram/MenoséMais

Programação

16/09 - Sexta-feira

  • Hugo e Guilherme
  • Ana Castela
  • Pedro Sampaio
  • Wesley Safadão
  • Sevenn

17/09 - Sábado

  • Jorge e Mateus
  • Lauana Prado
  • Zé Neto e Cristiano
  • Dennis

23/09 - Sexta-feira

  • Henrique e Juliano
  • Menos é Mais
  • Ícaro e Gilmar
  • Alok

24/09 - Sábado

  • Gusttavo Lima
  • Gustavo Mioto
  • Vintage Culture

VÍDEOS: saiba tudo sobre Campinas e região

50 vídeos

Veja mais notícias da região no g1 Campinas


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar