Carregando...

Filhotes de onça parda são procurados no Paraná após mãe morrer atropelada durante fase de amamentação

Filhotes de onça parda são procurados no Paraná após mãe morrer atropelada durante fase de amamentação — Foto: Divulgação/Centro de Apoio à Fauna Silvestre

Filhotes de onça parda são procurados no Paraná após mãe morrer atropelada durante fase de amamentação — Foto: Divulgação/Centro de Apoio à Fauna Silvestre

Filhotes de onça parda estão sendo procurados por autoridades ambientais do Paraná depois de perderem a mãe atropelada na terça-feira (21) na PR-364 em Goioxim, na região central do estado. Segundo veterinários, eles estão durante a fase de amamentação e precisam de nutrição.

As buscas são feitas por profissionais da Força Verde, do Instituto Água e Terra (IAT) e também Centro de Atendimento à Fauna Silvestre.

As equipes usam inclusive equipamento sonoro para tentar chamar a atenção das oncinhas.

Filhotes de onça parda são procurados após mãe morrer atropelada durante fase de amamentação — Foto: Divulgação/Centro de Apoio à Fauna Silvestre da Unicentro

Filhotes de onça parda são procurados após mãe morrer atropelada durante fase de amamentação — Foto: Divulgação/Centro de Apoio à Fauna Silvestre da Unicentro

Conforme um dos especialistas que participam das buscas, foi identificado que a onça parda fêmea que morreu estava em fase de amamentação e, por isso, deixou filhotes na natureza. Eles têm até 45 dias de vida.

O acidente aconteceu quando o animal possivelmente buscava comida e acabou sendo atingido na rodovia. A condutora do carro chegou a prestar socorro junto a outro homem que passava pelo local, mas a onça não resistiu.

Especialistas identificaram que animais têm até 45 dias de vida e estão na natureza — Foto: Divulgação/Centro de Apoio à Fauna Silvestre da Unicentro

Especialistas identificaram que animais têm até 45 dias de vida e estão na natureza — Foto: Divulgação/Centro de Apoio à Fauna Silvestre da Unicentro

Veja mais notícias da região em g1 Campos Gerais e Sul.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*