Carregando...

Inflação dispara em Fortaleza e se aproxima dos 10% em 12 meses

A inflação voltou a acelerar em maio em Fortaleza, conforme Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – a inflação oficial no Brasil – divulgado nesta quarta-feira (9). No mês, os produtos e serviços ficaram em média 1,1% mais caros e no acumulado dos últimos 12 meses, 9,8%.

Conforme o índice, a inflação em Fortaleza superou a média nacional em todos os períodos observados:

  • Variação em maio: 1,1% em Fortaleza; 0,83% no Brasil
  • Variação em abril: 0,75% em Fortaleza; 0,31% no Brasil
  • Variação no ano (janeiro a maio): 4,5% em Fortaleza; 3,22% no Brasil
  • Acumulado dos últimos 12 meses: 9,8%; 8,06% no Brasil

A inflação foi puxada principalmente pelo aumento da tarifa de energia elétrica. Em Fortaleza, o aumento na conta de luz foi de 9,71%.

"Em maio, passou a vigorar a bandeira tarifária vermelha patamar 1, que acrescenta R$ 4,16 na conta de luz a cada 100 quilowatts-hora consumidos. Entre janeiro e abril, estava em vigor a bandeira amarela, cujo acréscimo é menor (R$ 1,34). Além disso, no final de abril, ocorreram reajustes em diversas regiões de abrangência do índice", destaca o IBGE, órgão que divulga os dados da inflação.

Maior inflação no país desde 1996

IPCA - Inflação oficial acumulada em 12 meses— Foto: Economia G1

IPCA - Inflação oficial acumulada em 12 meses — Foto: Economia G1

"Foi o maior resultado para um mês de maio desde 1996 (1,22%). O acumulado no ano foi de 3,22%, e o dos últimos 12 meses, de 8,06%, acima dos 6,76% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores", informou o IBGE.

Com o resultado, a inflação permanece bem acima do teto da meta do governo para a inflação no ano – o centro da meta é de 3,75%, podendo variar entre 2,25% e 5,25%.

Assista às notícias do Ceará no G1 em 1 Minuto:

200 vídeos


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*