Carregando...

Artefato explosivo encontrado em obra em Fortaleza é uma munição de morteiro

Munição de morteiro de 81mm foi removida por uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). — Foto: Polícia Militar/ Divulgação

Munição de morteiro de 81mm foi removida por uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). — Foto: Polícia Militar/ Divulgação

O artefato explosivo da 2ª Guerra Mundial encontrado nesta quarta-feira (7) em uma obra no Bairro Mondubim em Fortaleza é uma munição de morteiro de 81 milímetros, de acordo com a Polícia Militar.

  • Compartilhe esta notícia no WhatsApp
  • Compartilhe esta notícia no Telegram

Segundo a polícia, o Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi chamado na manhã de quarta-feira para resgatar o explosivo. O artefato estava em elevado estado de corrosão. A polícia afirmou que o objeto foi removido de forma segura para destruição em local controlado.

LEIA MAIS:

  • Canhão antigo é descoberto durante obras na Estação João Felipe, em Fortaleza

O armamento foi achado por funcionários de uma obra de requalificação no Loteamento Parque Santana. Um policial militar que mora no local e prefere não se identificar percebeu os funcionários com o artefato e chamou uma equipe do Bope da Polícia Militar para ir até o local e estudar o artefato.

"Vi quando o trator tirou o artefato do solo. Uma equipe realiza uma obra aqui para ajeitar a rua e meio fio. Foi quando ao desenterrar algo, acharam o artefato. Ninguém sabia do que se tratava. Funcionários brincavam com o artefato até eu pedi para recolher. Depois percebi que tratava-se de um artefato antigo e que poderia explodir e chamei o Bope. Acredito que seja da Segunda Guerra Mundial", afirmou o morador.

Ainda segundo o morador, a rua foi isolada e o artefato foi encaminhado para a Polícia Militar para ser analisado e detonado em local seguro.

"Pedi para guardar e gerei ocorrência via Ciops. Enviaram o Bope para isolar e recolher o artefato. O Bope recolheu para detonação em local seguro", disse.

Embora não tenha havido confrontos no período da Segunda Guerra Mundial, o Brasil, após a entrada na guerra ao lado dos Estados Unidos, armou a sua costa nos pontos mais estratégicos, como é o caso do litoral cearense. O historiador Henrique Braga aponta que o primeiro tiro brasileiro contra um submarino alemão ocorreu no mar do Ceará. Este submarino estaria, portanto, em águas cearenses, mas nunca foi localizado.

A Polícia Militar informou que uma equipe do Bope, do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque), removeu o artefato explosivo encontrado durante a escavação em uma obra.

Segundo a PM, chegando ao local, os técnicos explosivistas verificaram que se tratava de uma munição de morteiro de 81mm que se encontrava em elevado estado de corrosão, dificultando sua classificação precisa.

"O objeto foi removido de forma segura para destruição em local controlado", disse a polícia.

Bomba foi encontrada durante escavações em obra no Bairro Mondubim.— Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Bomba foi encontrada durante escavações em obra no Bairro Mondubim. — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Assista às notícias do Ceará no g1 em 1 minuto:

50 vídeos

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*