Carregando...

Conversa de Repórter

Frio pra quê? - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Eu, particularmente, nunca gostei de frio. Trabalhando de madrugada, dificilmentevou gostar. Tudo fica muito mais complicado com os termômetros lá embaixo, acomeçar pelo horário que o meu celular desperta.

Minha mãe numa reportagem minha  - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Escrevo e não consigo evitar os olhosmarejados. Aquela foi a reportagem mais linda que eu já fiz. A reportagem quemais fez sentido na minha vida pessoal e profissional.

Tô voando na Record  - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Comecei a semana em terra firme e vou terminá-la nas alturas. Pra mim, foi desafiador até porque tenho medo de altura. Isso não chega a me paralisar, mas sempre evitei esse tipo de aventura. 

Parabéns pra nós! - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Pra marcar o primeiro ano do Conversa de Repórter, no R7, amanhã tem bate-papo, ao vivo, pelo instagram doportal com o apresentador Celso Zucatelli, a partir das 18h.

Tiro, porrada e bomba - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Eu sabia que seria uma cobertura tensa. Sónão imaginava que seria tanto.

É sobre isso, sim!  - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Dia do Jornalista: "Não é romantizar aprofissão. Não é se sentir o todo poderoso. É, apenas, reconhecer o quanto a sociedadeprecisa de um jornalismo forte. O quanto nós precisamos ser fortes".

O mundo gira e, às vezes, capota - Prisma - R7 Conversa de Repórter

No meu caso, resolvi ser jornalista.Decidi virar repórter, um ofício que, por si só, já exige uma rapidezsobrenatural. Fiquei off. Mas agora tô on.

Mais de um minuto só pro 3, 2, 1... - Prisma - R7 Conversa de Repórter

A notícia vale mais do que o repórter. Não há nem o que se comparar. Só que não dá pra entrar dequalquer jeito na sua casa. Aí, pra ficar "ajeitadinho" dá um trabalho...

Faca de dois gumes - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Trabalhar como repórter policial é acordar e dormir pedindo proteção a Deus. É ter coragem e medo ao mesmo tempo. É ser taxado de "carniceiro",sensacionalista, urubu e mais um monte de coisa impublicável. 

Dias de luta, dias de guerra - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Essa semana, o mais perto que consegui chegar do confronto sangrento entre Rússia e Ucrânia foi ouvindo histórias de quem, praticamente, se viu no meio do fogo cruzado. Aquele era o lado humano do conflito.

Viver fora da caixa - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Hoje, aquele garoto da caixa deve ter lá seus cinco aninhos, deve estar espoleta, correndo pra lá e pra cá, fazendo molecagens. Sinceramente, espero que essa seja a vida dele.

Cada louco com a sua mania - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Tem dia que a gente reclama de tudo. Mas pergunta se eu trocariaessa minha loucura por qualquer outra profissão?

Repórter tem sentimento? - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Alguns casos chocam e mexem com o nosso emocional. Os dramas da vida real servem, muitas vezes, pra gente testar nossa empatia e aprender a se colocar no lugar do outro.

A briga foi feia - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Teve dedo na cara. Teve voz alterada. Teve tudo o que tem em umadiscussão. E, não. Eu não estou falando da música. Antes fosse. 

Não mereço ser preso! - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Essa semana umtelespectador se revoltou comigo. E se irritou, simplesmente, por não concordarcom a notícia que eu dei. Fui acusado de ser irresponsável e, ainda, ameaçado: "Você será cobrado!"

Deus ajuda quem cedo madruga  - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Aquele era meu dia desorte. E olha que nem em sorte eu acredito. Mas, em certos momentos, parece queo universo conspira a favor.

O ano acaba sem nem ter começado - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Parece que 2021, apenas, cumpriutabela. Passou sem nunca ter sido um ano novo.

O Natal da velha infância - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Naquela época, os nataiseram mais iluminados. Não vejo mais esse brilhonos dias de hoje. Não vejo as pessoas se preparando pro Natal. 

Senta que lá vem conversa!  - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Acostumado a perguntar, dessa vez, fui eu que virei entrevistado. É #tbt, mas o papo é sempre atual. Hoje, trago aqui a conversa que tive com o jornalista Thiago Moraes, da Record News, para o YouTube.   

Nem sempre rocha. Às vezes, rio... - Prisma - R7 Conversa de Repórter

André Tal passou a ser exemplo, também, pra milhares de pessoas que não têm o jornalismo como algo em comum. E, sim, uma história de vida desafiada pela doença de Parkinson.

A batalha pra não dormir de estômago vazio - Prisma - R7 Conversa de Repórter

A fome continua atacando quem sempre teve fome, mas passou, de uns tempos pra cá, a assombrar quem tinha pouco, mas, ainda assim, conseguia se alimentar.

Isso a Record não mostra - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Às vezes, pra pegar notranco, dá trabalho...

A porta e a janela - Prisma - R7 Conversa de Repórter

Não é preciso ter milhões na conta bancária pra se sentir realizado. O Elias não ficou rico. O valor dele não se media por cifrões. O valor dele era invisível aos olhos. 

Entre a vida e a morte - Prisma - R7 Conversa de Repórter

A vida é um sopro e, pra mim, confesso, isso é difícil de aceitar. Toda morte trágica me faz refletir e, de certa forma, me amedronta.