Carregando...

Vacina contra Covid-19: comissão da Câmara Legislativa vai fiscalizar imunização no DF

Vacina contra Covid-19, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/Reprodução

Vacina contra Covid-19, em imagem de arquivo — Foto: TV Globo/Reprodução

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) quer tirar do papel a Comissão Especial de Vacinação ainda este mês, em janeiro. O grupo, que será formado por cinco parlamentares e seus respectivos suplentes, é responsável por fiscalizar o plano de imunização contra a Covid-19 na capital.

  • Câmara Legislativa aprova comissão para fiscalizar vacinação da Covid-19
  • CLDF dá 30 dias para governo do DF apresentar plano de vacinação contra Covid-19

NoDiário da CLDF, um documento publicado nesta segunda-feira (11), prevê a formação da comissão. Os parlamentares foram divididos em cinco blocos (veja abaixo) e cada um deverá indicar um representante em até cinco dias. Em seguida, os distritais vão eleger o presidente do grupo.

  • Bloco Brasília em Evolução: Reginaldo Sardinha (Avante), Roosevelt Vilela (PSB), Eduardo Pedrosa (PTC), João Cardoso (Avante), José Gomes (PSB) e Júlia Lucy (Novo).
  • Bloco DF Acima de Tudo: Martins Machado (Republicanos), Delmasso (Republicanos), Valdelino Barcelos (PP) e Delegado Fernando Fernandes (Pros).
  • Bloco Democrático Social: Rafael Prudente (MDB), Hermeto (MDB), Robério Negreiros (PSD) e Iolando Almeida (PSC).
  • União Pelo Distrito Federal: Jaqueline Silva (PTB), Agaciel Maia (PL), Jorge Vianna (Pode) e Daniel Donizet (PL).
  • Bloco Democracia e Resistência: Arlete Sampaio (PT), Chico Vigilante Lula da Silva (PT) e Fabio Felix (Psol).
  • Bloco Sustentabilidade e Trabalho: Cláudio Abrantes (PDT), Reginaldo Veras (PDT) e Leandro Grass (Rede).

A criação da comissão foi aprovada em 10 de dezembro. Na última sexta-feira (8), o vice-presidente da Casa, Rodrigo Delmasso (Republicanos), no exercício da presidência, assinou o ato para oficializar a formação. A medida atende requerimento feito pelo deputado Fábio Félix (Psol).

Em entrevista à TV Globo, Delmasso disse que os trabalhos do grupo devem começar "o quanto antes, ainda durante o recesso parlamentar", que começou em 15 de dezembro e termina em 1° de fevereiro.

"Essa comissão acompanhará todos os passos do plano de imunização e vai auxiliar o Executivo a garantir os insumos necessários para que haja vacinação o mais rápido possível no DF", disse Delmasso.

GDF estima vacinar 80% da população este ano

Entrevista com o secretário-adjunto de assistência à Saúde, Petrus Sanchez

Entrevista com o secretário-adjunto de assistência à Saúde, Petrus Sanchez

A Secretaria de Saúde estima que 80% da população do Distrito Federal seja vacinada contra a Covid-19 até o fim do ano. Na quinta-feira (7), o secretário-adjunto de assistência à Saúde, Petrus Sanchez, disse que a quantidade de doses que o governo federal pretende adquirir é suficiente para imunizar o percentual citado (veja vídeo acima).

"Se a gente trabalhar com 354 milhões de doses, que foi anunciado pelo governo federal, e levar em conta 5% de perda de logística e distribuição, teria um percentual chegando a 80% de vacinação da população nacional até 2021."

O anúncio do governo local ocorre apesar de não existir prazos para que a imunização inicie, nem pedido de uso emergencial da vacinaaprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ao G1, Sanchez explicou que, com base na estimativa de 80% da população nacional vacinada, o GDF trabalha com a mesma proporção de pessoas que devem ser imunizadas na capital do país. De acordo com ele, toda previsão é baseada nas informações cedidas pelo Ministério da Saúde.

VÍDEOS: Brasil chega a 200 mortes por Covid-19

8 vídeos

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar