Carregando...

Facção criminosa é alvo de operação da polícia na Penitenciária da Papuda, em Brasília, e em 3 estados

Complexo Penitenciário da Papuda, no DF — Foto: TV Globo / Reprodução

Complexo Penitenciário da Papuda, no DF — Foto: TV Globo / Reprodução

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quarta-feira (9), operação contra uma facção criminosa investigada por homicídios, tráfico de drogas e de armas no Distrito Federal. Segundo a investigação, de dentro de presídios, o grupo coordenava crimes nas ruas da capital.

Ao todo, são cumpridos 14 mandados de prisão preventiva e 12 de busca e apreensão. As decisões judiciais estão sendo cumpridas contra chefes da facção presos no Centro de Detenção Provisória, no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, e em endereços de Goiás, Piauí e São Paulo.

A ação, batizada de "Tríade" é coordenada pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor), por meio da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), com o apoio do Ministério Público do Distrito Federal e das polícias civis dos estados.

Crime organizado

A investigação durou um ano e quatro meses e, ao longo desse período, foi possível identificar e monitorar a atividade dos chefes do esquema criminoso. Segundo a Polícia Civil, o grupo cometia crimes por meio da divisão de tarefas, usando um "sofisticado mecanismo de divisão de funções".

O modo de agir dos criminosos deu nome à operação (Tríade), considerando as atividades de três setores vistos como os principais para sustentação da facção:

  • coordenadores das atividades dentro do presídio,
  • chefes da atuação nas ruas e
  • o grupo que fazia a ligação entre eles.

Esta reportagem está em atualização.

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*