Carregando...

Expansão do setor de serviços da China perde força em dezembro, mostra PMI do Caixin

A atividade do setor de serviços da China expandiu a um ritmo mais lento em dezembro, mostrou nesta quarta-feira pesquisa do setor privado, uma vez que surtos esporádicos do coronavírus prejudicaram a recuperação da confiança do consumidor e pesaram sobre o crescimento das novas encomendas.

O Índice de Gerentes de Compras de serviços do Caixin/Markit caiu a 56,3 em dezembro, mínima de três meses, de 57,8 em novembro, mas permaneceu bem acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

O subíndice de novas encomendas ficou em 54,3, bem abaixo dos 58,7 do mês anterior, mostrou a pesquisa. O crescimento das novas encomendas de exportação, que só voltaram a expandir em novembro, enfraqueceu já que a pandemia restringiu a demanda externa.

A perda de força ficou em linha com uma pesquisa oficial divulgada na semana passada.

Entretanto, os fornecedores de serviços chineses permaneceram otimistas sobre o ano à frente em meio a esperanças de um fim da pandemia de Covid-19. As expectativas empresariais para os próximos 12 meses atingiram o nível mais alto desde abril de 2011, mostrou a pesquisa.

O PMI Composto do Caixin, também divulgado nesta quarta-feira, recuou a 55,8 em dezembro de 57,5 no mês anterior.

Veja também:

Homem de 36 anos é flagrado pela Rotam com maconha na cueca
  • assistir Homem de 36 anos é flagrado pela Rotam com maconha na cueca
ReutersReuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar