Carregando...

Saída de dólares do país soma US$ 27,9 bilhões em 2020, revela BC

A retirada de dólares da economia brasileira superou o ingresso de divisas em US$ 27,923 bilhões em 2020, informou o Banco Central nesta quarta-feira (6).

Com isso, houve queda frente ao patamar do ano anterior, quando US$ 44,768 bilhões deixaram o país. Ainda assim, o ano de 2020 representou a segunda maior retirada de recursos da economia brasileira.

ENTRADA E SAÍDA DE DÓLARES NO BRASIL
Em US$ bilhões
Fonte: Banco Central

A entrada de dólares se dá quando investidores enviam dinheiro ao Brasil para pagar por compra de produtos brasileiros ou para realizar aplicações financeiras e investimentos em empresas, por exemplo.

O dólar sai quando esses investidores retiram recursos do Brasil para, normalmente, aplicar em outros países, ou para pagar pelas importações realizadas. Essas operações ocorrem por meio de remessas feitas por bancos contratados por esses investidores.

Apesar da saída menor de recursos do país, o dólar apresentou uma forte alta em 2020 por conta das tensões relacionadas com a pandemia do novo coronavírus e com as incertezas sobre as contas públicas. No ano passado, a moeda norte-americana avançou 29%. Em 2019, havia subido 3,5%.

Comportamento dos investidores

Segundo dados do Banco Central, houve uma saída de US$ 35 bilhões do país, de aplicações financeiras, entre fevereiro e maio deste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus.

De junho em diante, porém, houve ingresso de recursos para aplicações em ações e fundos de investimentos, além de títulos de renda fixa, no valor de cerca de US$ 25 bilhões. Deste modo, as retiradas, até novembro, não foram totalmente recompostas.

Ao mesmo tempo, também houve um ingresso menor de recursos no país para investimentos produtivos neste ano.

Os investimentos estrangeiros diretos na economia brasileira, de janeiro a novembro, somaram US$ 33,428 bilhões nos onze primeiros meses do ano passado, contra US$ 66,350 bilhões no mesmo período de 2019.

Por outro lado, o comportamento da balança comercial contribuiu na direção oposta, para uma entrada de recursos no país. No ano passado, o superávit da balança comercial (exportações menos importações) somou US$ 50,995 bilhões, contra US$ 48,036 bilhões no ano anterior.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar