Carregando...

Argentina suspende parcialmente medida que restringe exportações de milho

São Paulo, 11 - O governo da Argentina retrocedeu parcialmente na decisão de paralisar as exportações de milho do país. Nesta segunda-feira, 11, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca do país informou ter firmado um cronograma de trabalho com o Conselho Agroindustrial Argentino (CAA), que começa a valer a partir de terça-feira (12), para "trabalhar propostas de desvinculação dos preços internacionais do milho dos preços domésticos".

Segundo o comunicado, a Subsecretaria de Mercados vai acompanhar a liberação de vendas externas de milho argentino da temporada 2019/20 no limite de 30 mil toneladas por dia. "Considerando que foi assumido o compromisso de garantir o abastecimento de milho às diferentes cadeias produtivas, mas que falta resolver as condições de acessibilidade a esse abastecimento não só em quantidade mas também em preços, fica decidida a anulação temporária da medida de suspensão de registros de milho", informou o governo.

De acordo com a imprensa argentina, apesar do recuo do governo, os produtores rurais mantiveram decisão de realizar uma paralisação de 72 horas na comercialização do campo, a partir desta segunda-feira.

Veja também:

Vídeo: mulher joga três crianças e pula de prédio para se salvar de incêndio
  • assistir Vídeo: mulher joga três crianças e pula de prédio para se salvar de incêndio
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar