Carregando...

Bovespa opera em queda nesta terça

A bolsa de valores brasileira, a B3, opera em queda nesta terça-feira (8), após renovar máximas na véspera, quando atingiu a maior série de altas diárias desde 2018. Números mais fortes do que o esperado sobre as vendas no varejo no Brasil e um cenário misto no exterior estão no radar.

Às 10h11, o Ibovespa caía 0,16%, a 130.566 pontos. Veja mais cotações.

No dia anterior, a bolsa fechou na 8ª alta seguida e bateu 130.776 pontos, na maior série de ganhos desde 2018, renovando máximas e superando os 131 mil pontos pela primeira vez. No melhor momento do pregão, o Ibovespa alcançou 131.190,30 pontos — nova máxima intradia. Com o resultado, a bolsa acumulou avanço de 3,61% no mês e de 9,88% no ano.

Cenário

"O Ibovespa segue com sua tendência de alta principal", disse à Reuters o analista da Clear Corretora, Rafael Ribeiro, chamando atenção para o desempenho de bancos, que ele cita como principal porta de entrada de estrangeiros na bolsa dada a ampla liquidez.

Dados da B3 respaldam tal percepção, com o saldo de capital externo positivo em R$ 3,9 bilhões no segmento Bovespa nos dois primeiros pregões deste mês, após entrada líquida de R$ 12,2 bilhões em maio.

Para o chefe de renda variável da Acqua-Vero Investimentos, Alexandre Jung, embora o novo recorde demonstre apetite de investidores por vários setores, a performance dos bancos respondeu por forte impulso na sessão de ontem.

"Nas últimas semanas, os bancos têm demonstrado bastante força", observou, atribuindo tal movimento a dados sobre retomada da economia, aumento de crédito, mas também porque esses papéis ficaram subprecificados na crise.

Variação do Ibovespa em 2021 — Foto: G1

Variação do Ibovespa em 2021 — Foto: G1


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*