Carregando...

TJ-SP abre concurso para 845 vagas de nível médio

Tribunal de Justiça de São Paulo e a Catedral da Sé, no centro da capital paulista — Foto: Fernando Fernandes/Agência Estado

Tribunal de Justiça de São Paulo e a Catedral da Sé, no centro da capital paulista — Foto: Fernando Fernandes/Agência Estado

O Tribunal de Justiça de São Paulo abriu concurso público para 845 vagas de escrevente técnico judiciário. Os candidatos devem ter nível médio de escolaridade. O salário é de R$ 4.981,71 para jornada de trabalho de 40 horas semanais.

  • VEJA O EDITAL NO SITE DA FUNDAÇÃO VUNESP
  • VEJA LISTA COMPLETA DE CONCURSOS

São reservados 5% das vagas para pessoas com deficiência e 20% para candidatos negros.

As vagas são para a Comarca da Capital e para todas as Circunscrições Judiciárias que compõem as 10 Regiões Administrativas.

Entre as atividades do escrevente técnico judiciário estão executar atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do Tribunal de Justiça, dar andamento em processos judiciais e administrativos, atender ao público interno e externo, elaborar e conferir documentos, controlar a guarda do material de expediente, atualizar-se quanto à legislação pertinente à área de atuação e normas internas.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 30 de julho e 2 de setembro pelo site www.vunesp.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 79.

O concurso será dividido em duas etapas:

  • Prova objetiva, com 100 questões de múltipla escolha de Língua Portuguesa, Conhecimentos em Direito e Conhecimentos Gerais (atualidades, matemática, informática e raciocínio lógico);
  • Prova prática (formatação e digitação de texto) - nesse caso, serão convocados para a 2ª etapa apenas os candidatos habilitados e com melhor classificação na prova objetiva.

A prova prática buscará aferir o conhecimento e habilidades do candidato, utilizando o editor de texto em microcomputador do tipo PC, em ambiente gráfico Microsoft Windows.

A aplicação da prova objetiva está prevista para o dia 31 de outubro.

O concurso terá validade de um ano, a contar da data da homologação, prorrogável por igual período, a critério do Tribunal de Justiça, podendo ou não abranger os cargos vagos e os que vierem a ser criados no decorrer do prazo de validade do concurso, dependendo do interesse do serviço e da disponibilidade orçamentária.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Calendar