Carregando...

Eletrobras pagará R$ 23,2 bilhões à União por outorgas de usinas hidrelétricas

Sede da Eletrobras no Rio — Foto: Reuters

Sede da Eletrobras no Rio — Foto: Reuters

A Eletrobras informou nesta terça-feira (31) que pagará R$ 23,2 bilhões à União pelas outorgas de 22 usinas hidrelétricas que terão contratos renovados, em movimento relacionado ao processo de privatização da empresa, após o governo federal ter aprovado resolução que define o valor do benefício econômico dos novos contratos de concessão da companhia.

Segundo a elétrica estatal, o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) fixou o montante de R$ 62,5 bilhões como valor adicionado pelos novos contratos de concessão de geração de energia elétrica para as 22 usinas da Eletrobras, em condição precedente para a capitalização da empresa.

Parte do valor adicionado, os R$ 23,2 bilhões serão pago à União pela Eletrobras capitalizada ou por suas controladas pelas outorgas das usinas, que sairão do atual regime de cotas - que só remunera operação e manutenção - para o de produção independente de energia.

  • Privatização da Eletrobras: entenda como fica o projeto após sanção e vetos, e veja os próximos passos

Presidente Bolsonaro sanciona MP que possibilita privatização da Eletrobras

Presidente Bolsonaro sanciona MP que possibilita privatização da Eletrobras

O valor a ser pago pelas outorgas, que ficou próximo de estimativas anteriores, será levantado pela empresa no processo de privatização, com uma oferta primária de ações, em operação que deve estar concluída até fevereiro do ano que vem.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*