Carregando...

Índice de ações mais negociadas da China recua, mas ações imobiliárias sobem com garantias da Evergrande

As ações blue-chips (mais negociadas) da China recuaram nesta quarta-feira (22), quando o mercado local retomou as negociações após feriado, lideradas pelas perdas nos setores de consumo e bancário, enquanto os papéis imobiliários saltaram depois de a incorporadora China Evergrande anunciar um pequeno acordo com um credor local e garantir que acertará o pagamento de juros de um título doméstico.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, perdeu 0,7%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,4%.

A principal unidade do China Evergrande Group informou que fará o pagamento de cupom de seus títulos domésticos na quinta-feira, oferecendo algum alívio aos mercados em todo o mundo.

O subíndice do setor bancário caiu 2,4%, enquanto o imobiliário saltou 5,6% depois de abrir com perdas de quase 2%.

  • Gigante chinesa Evergrande anuncia pequeno acordo para dar breve alívio ao mercado

As empresas de consumo básico e turismo caíram 2,5% e 1,8% respectivamente, em meio ao ressurgimento nos casos de coronavírus.

Veja as cotações de fechamento nos mercados asiáticos

  • Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,67%, a 29.639 pontos.
  • Em HONG KONG, o índice HANG SENG permaneceu fechado.
  • Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,40%, a 3.628 pontos.
  • O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,70%, a 4.821 pontos.
  • Em SEUL, o índice KOSPI não abriu.
  • Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 2,03%, a 16.925 pontos.
  • Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,49%, a 3.048 pontos.
  • Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,32%, a 7.296 pontos.

Bolsa chinesa reabre em queda após crise da Evergrande

Bolsa chinesa reabre em queda após crise da Evergrande


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*