Carregando...

FMI corta perspectiva para crescimento global em meio a problemas de oferta

Problemas persistentes na cadeia de oferta e pressões de preços estão restringindo a recuperação da economia global da pandemia de Covid-19, disse o Fundo Monetário Internacional nesta terça-feira, ao cortar as perspectivas de crescimento para os Estados Unidos e outras potências industriais.

  • Petrobras anuncia aumento de 7,2% na gasolina e no gás de cozinha
  • O que é melhor para poupar: fazer compras mensais ou semanais?
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!
Logo do FMI em sua sede em Washington04/09/2018. REUTERS/Yuri Gripas
Logo do FMI em sua sede em Washington 04/09/2018. REUTERS/Yuri Gripas
Foto: Reuters

Em seu relatório Perspectiva Econômica Global, o FMI cortou sua estimativa para o crescimento global em 2021 para 5,9% de 6,0% em julho, e manteve o cenário para 2022 em 4,9%.

"Essa pequena revisão, no entanto, mascara grandes reduções para alguns países, disse o FMI no relatório. "A perspectiva para os países em desenvolvimento de baixa renda piorou consideravelmente devido à piora da dinâmica da pandemia. A redução também reflete perspectivas mais difíceis no curto prazo para o grupo de economias avançadas, em parte devido aos problemas de oferta."

Os Estados Unidos estão sofrendo grande parte desses efeitos, e o FMI reduziu a estimativa para a expansão do país em 2021 em um ponto percentual, a 6,0%.

O relatório também apresentou reduções nas previsões de crescimento para outras economias industriais. A perspectiva para a Alemanha foi reduzida em 0,5 ponto percentual ante a perspectiva de julho, para 3,1%, enquanto a projeção para o Japão caiu em 0,4 ponto, para 2,4%.

A estimativa para a expansão da China em 2021 foi reduzida em 0,1 ponto, para 8,0% com o FMI citando uma redução mais rápida do que o esperado dos gastos em investimentos públicos.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*