Carregando...

Assaí compra 71 lojas da rede Extra por R$ 5,2 bi e vai acabar com a marca de hipermercados

O atacadista Assaí vai assumir as lojas da bandeira Extra, que pertence ao Grupo Pão de Açúcar (GPA). O acordo prevê a conversão de 71 lojas da bandeira de hipermercados no formato de atacarejo. A operação, portanto, vai sair das mãos do GPA e ir para o Assaí. O valor a ser pago pelo Assaí ao GPA é de R$ 5,2 bilhões.

  • O que é melhor para poupar: fazer compras mensais ou semanais?
  • Auxílio Brasil pode deixar de ajudar 5,4 mi do Bolsa Família
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

Com a operação, a bandeira Extra Hiper será extinta e as lojas não envolvidas na transação serão convertidas em outros formatos de supermercados com maior potencial de rentabilidade. O GPA é dono das marcas Pão de Açúcar, Extra e Compre Bem.

O valor estimado a ser recebido pelo GPA é de até R$ 5,2 bilhões, sendo que R$ 4 bilhões deverão ser pagos pelo Assaí ao GPA, de forma parcelada, entre dezembro de 2021 e janeiro de 2024.

O presidente do GPA, Jorge Faiçal, disse, em comunicado, que a transação representa uma oportunidade de intensificar o foco dos negócios do conglomerado nos segmentos premium, com as bandeiras Pão de Açúcar, Minuto e Mercado Extra.

Já Belmiro Gomes, do Assaí, argumenta que a operação irá acelerar a expansão do formato de atacarejo. Segundo ele, as bandeiras têm hoje baixa sobreposição de lojas.

Ao todo são cerca de 450 mil metros quadrados de área de vendas que estão localizadas em capitais ou regiões metropolitanas. A expectativa é de que as lojas que têm hoje cerca de R$ 8,9 bilhões em faturamento anual passem a ter R$ 25 bilhões depois da conversão para a marca Assaí. Com a compra e a expansão, Gomes espera chegar a R$ 100 bilhões de faturamento em 2024.

"Embora o mercado de atacarejo tenha avançado muito nos últimos anos, o mercado imobiliário estava aquecido. A maior parte das lojas de 'cash & carry' (atacarejo) não está em regiões centrais pela falta de disponibilidade de terrenos grandes", diz Gomes. "Como as lojas eram do mesmo grupo, a sobreposição de pontos comerciais é baixa", afirma. As lojas devem passar ao Assaí em janeiro de 2022.

O acordo assinado entre as empresas prevê a cessão ao Assaí tanto de lojas do Extra Hiper em imóveis próprios quanto dos hipermercados que funcionam em imóveis que são de propriedade de terceiros. Os contratos de locação serão transferidos ao Assaí. O negócio pode envolver também a aquisição pelo Assaí de equipamentos existentes nas lojas. O atacadista é controlado pela empresa Sendas Distribuidoras.

Além disso, o GPA também fechou outro acordo com um fundo imobiliário, com a garantia do Assaí, para a venda de 17 imóveis próprios do GPA por R$ 1,2 bilhão. Simultaneamente, o Assaí também celebrou outro acordo com o mesmo fundo para a locação dos imóveis dos hipermercados por 20 anos, após a conclusão da transação.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*