Carregando...

3,9 milhões poderão sacar até R$ 1.000 do FGTS nesta quarta (20) - Notícias - R7 Economia

A Caixa começa a pagar nesta quarta-feira (20) o saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Serão beneficiados no primeiro dia cerca de 3,9 milhões de trabalhadores nacidos em janeiro, com um total R$ 2,7 bilhões. O calendário vai até 15 de junho, de acordo com a data de aniversário (veja as datas de pagamento abaixo). 

O dinheiro será creditado na conta poupança social digital e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem, mesmo que o beneficiário tenha conta na Caixa Econômica Federal. O valor ficará disponível até 15 de dezembro, quando voltará para a conta vinculada do FGTS.

A previsão é que o Saque Extraordinário do FGTS,  lançado para diminuir os impactos da inflação na população, beneficie um total de 42 milhões de pessoas e injete R$ 30 bilhões na economia.


Nascidos em janeiro - 20 de abril
Nascidos em fevereiro - 30 de abril
Nascidos em março - 4 de maio
Nascidos em abril - 11 de maio
Nascidos em maio - 14 de maio
Nascidos em junho - 18 de maio
Nascidos em julho - 21 de maio
Nascidos em agosto - 25 de maio
Nascidos em setembro - 28 de maio
Nascidos em outubro - 1º de junho
Nascidos em novembro - 8 de junho
Nascidos em dezembro - 15 de junho

As consultas ao saque extraordinário do FGTS são realizadas exclusivamente nos canais oficiais da Caixa Econômica Federal. O processo pode ser feito tanto no site fgts.caixa.gov.br quanto no aplicativo FGTS. O site informa apenas a data da liberação e se o crédito será feito de forma automática. O aplicativo tem mais funcionalidades, como a consulta aos valores, a atualização dos dados da conta poupança digital e o pedido para desfazer o crédito e manter o dinheiro na conta do FGTS.

No portal www.caixa.gov.br/atendimento/aplicativos/fgts há orientações de como baixar o App FGTS de forma segura.

Pelo site
•     Acesse o site www.fgts.caixa.gov.br
•     Na página inicial, escolha a opção “Saque Extraordinário do FGTS” e clique em “Consulte aqui”
•     Informe o CPF ou o número do PIS
•     Clique em “Não sou um robô”, selecione as imagens pedidas pelo sistema e clique em “Verificar”
•     Informe a senha usada para consultar o extrato do FGTS. Caso o trabalhador não se lembre ou não a tenha, clique em “Cadastrar/recuperar senha”
•     Cadastre seu número de celular para receber SMS com atualizações sobre o saque. Se não quiser receber mensagens, basta clicar em “Não quero receber Extrato FGTS e notificações em meu celular”
•     Por fim, aparecerá uma mensagem informando se você tem direito ao saque do FGTS, a data da liberação do dinheiro e como será feita essa retirada

Todo o processo para pedir o saque é digital. O trabalhador não precisará ir à agência da Caixa, bastando entrar no aplicativo FGTS, disponível para smartphones e tablets, e inserir os dados pedidos.

Os valores só podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas e a realização de compras virtuais em estabelecimentos não conveniados.

O Caixa Tem também permite o saque em caixas eletrônicos e a transferência para a conta de terceiros. O dinheiro não movimentado será restituído ao FGTS, com correção pelo rendimento do Fundo de Garantia correspondente ao período em que ficou parado na conta poupança digital.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*