Carregando...

Lucro da Caixa recua para R$1,8 bi no 2º tri com aumento de provisões

A Caixa Econômica Federal registrou lucro líquido recorrente de 1,8 bilhão de reais para o segundo trimestre, queda de 41% ante o mesmo período do ano passado, com o resultado mostrando forte crescimento nas provisões com crédito.

Segundo dados divulgados pelo banco estatal nesta quinta-feira, as provisões para perdas associadas ao risco de crédito cresceram para 4,6 bilhões de reais, de 2,6 bilhões de reais um ano antes. No primeiro trimestre, foram de 3,2 bilhões de reais.

  • Eike Batista faz leilão bilionário que pode encerrar suas dívidas; veja o que será vendido
  • Petrobras reduz gasolina em R$ 0,18 a partir desta terça-feira, terceira queda em menos de 30 dias
  • As notícias do dia você acompanha na capa do Terra; confira!

A inadimplência da carteira de crédito no segundo trimestre ficou em 1,89%, redução de 0,57 ponto percentual sobre o mesmo período do ano passado.

A carteira de crédito total cresceu 13,7%, para 928,2 bilhões de reais no final de junho, sendo que apenas no segundo trimestre foram concedidos 127,8 bilhões de reais em crédito. O saldo do crédito ao agronegócio cresceu 202,3%, enquanto o do consignado avançou 20,7%

A carteira de crédito imobiliário somou 595,2 bilhões de reais, crescimento de 11% em relação ao segundo trimestre de 2021, com o maior volume de contratação trimestral da história no segmento, de 39,7 bilhões de reais, aumento de 11% ano a ano.

A margem financeira somou 12,7 bilhões de reais no segundo trimestre, alta de 14,7% frente a um ano antes, desempenho que o banco atrelou a crescimento em receitas com operações de crédito e operações de títulos e valores mobiliários.

O retorno sobre patrimônio líquido (ROE) recorrente atingiu no segundo trimestre 45,5%, aumento de 11,6 pontos frente ao mesmo período do ano passado.


Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados*

Últimas notícias








Calendar